Arte profética: Você já entregou sua coroa aos pés do Senhor.


"Os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, e adoravam o que vive para todo o sempre; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo: Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas". Apocalipse 4:10-11

Apocalipse é um livro profético, escatológico, sobre coisas que virão. Mas enquanto eu via um ancião colocando a coroa aos pés do Senhor, me ocorreu um insight. Em que tempo está a visão de João? Imediatamente, pensei comigo: no futuro, na eternidade. Então o Senhor me perguntou:
"E na eternidade, não está tudo consumado?"
"Sim, Senhor"
"Então esta visão poderia ocorrer agora mesmo, visto que não pertence ao tempo cronológico?"
"Acho que sim".
"E quando você acha que vai me entregar a sua coroa?"
"No futuro?"
Então Deus começou a me explicar que abrir mão da glória e da honra pessoal é o primeiro passo do nosso reinado com Ele. Jesus abriu mão de sua glória e então foi morto e crucificado. Depois ressuscitou e reinou. Mas a decisão veio antes, muito antes. O Cordeiro foi morto antes da fundação do mundo.
Conosco, a decisão de lançar nossas coroas diante do Trono da Graça ocorre quando declaramos o governo de Jesus sobre nossas vidas, no dia que somos salvos. Naquele dia entregamos nossa coroa aos pés Dele. E então o que vivemos dali pra frente é consequência da nossa escolha de nos humilharmos diante Dele, de nos prostrarmos diante da Sua presença.
A visão de João, embora escatológica, para nós, é passado. Representa o momento que abrimos mão da nossa vida para morrermos com Ele, e ressuscitarmos Nele.
Se somos humilhados aqui, é o resultado da nossa decisão de abrir mão da honra e glória pessoal. Mas, toda esta humilhação é prova de que estaremos reinando com Ele no Porvir. Portanto, alegre-se no Senhor. Ele está observando você e está feliz porque você mantém sua palavra, e a sua coroa de glória aos pés Dele.

Lya Alves
Ninho das Águias, 17/01/2013.