A omissão de Joabe.

A Paz do Senhor. Acredito que todos conheçam a história de Davi e Bate-Seba, Davi fez bobagem, aumentou a bobagem e desgraçou sua família, mas não quero falar do pecado de Davi, vou falar do pecado de Joabe, a omissão.

  • 14, Na manhã seguinte, Davi escreveu uma mensagem a Joabe e a enviou por intermédio do próprio Urias.
    15, Escreveu Davi em sua missiva: “Coloca Urias no ponto mais letal da batalha e retirem-se, deixando-o só, a fim de que seja ferido pelo inimigo e venha a morrer no campo de luta.” 2 Samuel 11: 14-15
Joabe conhecia Davi, sabia de sua honra e de seu caráter, possivelmente estava na caverna, quando Davi poupou a vida de Saul (1 Samuel 24: 1-7), no caso de Saul, Davi tinha seus motivos para matá-lo, até respaldo na Palavra de Deus ele tinha, mas não fez aquilo. Joabe sabia que não era da índole de Davi matar por matar; mas então por que Joabe não perguntou o motivo da execução de Urias?

Ultimamente tenho ouvido algumas pregações onde se afirma que o líder espiritual não pode ser questionado, mesmo que ele esteja errado, pois neste caso o líder prestará contas a Deus. Legal... só que omissão é pecado.
  • "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado." Tiago 4:17
Fico imaginando se Joabe tivesse perguntado a Davi o motivo pra matar Urias, talvez o fiel soldado tivesse um conselho da parte de Deus pra dar a Davi, e talvez Urias não precisasse ter morrido, e talvez a espada não tivesse chegado à família do Rei. Mas a omissão de Joabe envolveu mais gente do que apenas Urias e Davi, outras pessoas, que não tinham nada a ver com o problema, morreram devido o pecado de sua majestade e a omissão de Joabe (2Sm 11:17)

Hoje em dia pessoas continuam morrendo devido o erro de lideranças, às vezes bem intencionadas (eu disse "às vezes"). Esses líderes destroem e matam a fé de pessoas não tão maduras assim, que desviam do evangelho e abandonam o caminho do Senhor, inconsequentes, esse tipo de líder diz: "depois eu me acerto com Deus" e acha que está tudo bem, mas não está bem. Davi também se acertou com Deus, sim, e foi perdoado, porém Urias continuou MORTO...

Davi só se arrependeu porque Natã, um corajoso profeta do Senhor, o confrontou, em seu erro (2Sm 12:1-7). Diferentemente de Joabe, Natã não fechou os olhos para as loucuras do Rei, e disse a Davi como ele estava errado diante de Deus. Natã sabia dos riscos de seu posicionamento diante do pecado, ele poderia ser expulso do palácio, poderia perder a cabeça (literalmente), mas fez o que devia ser feito.

O que virou moda se pregar hoje em dia não é bíblico, não existe liderança inquestionável, até Deus em toda Sua Glória nos convida a questionar suas coisas.
  • "Vinde então, e argüi-me, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã." - Isaías 1:18

Segundo o dicionário arguir significa: 1) Censurar, criticar, 2) argumentar, 3) Demonstrar, 4) Fazer perguntas, questionar. Nem Deus exige uma obediência cega, Ele mesmo nos convida ao diálogo. Como no caso de Jó, que sofre até não aguentar mais e então reclama com Deus da sua situação, e Deus se apresente pra ele de uma forma linda e tremenda.

Diante disso nos cabe decidir: seremos corajosos como Natã, e exortaremos as pessoas que amamos; ou, seremos omissos como Joabe e encobriremos os pecados, pensando estar ajudando a quem amamos.

Pense nisso.

Graça e Paz!
André Alves.