Um estudo sobre o leviatã - Parte I


O leviathan é uma figura que aparece na Bíblia no livro de Jó, no salmo 104 e em Isaías. Ele aparece em outras mitologias, como a mitologia fenícia onde é revelado como um monstro que se representa sob a forma de crocodilo, na egípcia há um deus crocodilo, ligado ao culto do Rio Nilo. Mas é caracterizado sob diferentes formas, uma vez que se mistura a formas de outros animais, formas como a de dragão marinho, serpente e polvo (semelhante ao Krakken da mitologia grega). A igreja católica considerou na idade média o Leviatã como um demônio que representa o quinto pecado,a Inveja e também é tratado com um dos sete príncipes infernais. Mas é realmente no livro de Jó onde encontramos a descrição mais detalhada e assustadora do leviathan, descrevendo-o como o maior (ou o mais poderoso) dos monstros aquáticos e o Salmo 104 atribui a Deus a criação do terrível monstro.

Teologia não se faz com revelação, e oque estamos estudando aqui é simplesmente revelação da palavra. Para muitos, o leviathan em Jó é apenas uma hipérbole: um animal muito maior que um crocodilo, mais feroz e muito mais assustador. Assim como a aboboreira de Jonas, que cresce em pouco tempo, o leviathan, para muitos teólogos também é apenas uma figura de linguagem porque é uma figura impossível. Mas se tudo que é impossível é figura de linguagem, a ressurreição também é impossível, e se não cremos na ressurreição, faço minhas as palavras de Paulo:
"E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé." - 1 Coríntios 15:14

Se o texto tem um descrição literal, precisamos de revelação de Deus para saber se é literal ou não, e não do martelo de um teólogo que não entende os limites da própria  vocação nem a ausência de limites do Criador. Portanto, cremos que o leviathan é um espírito, daí a descrição de uma serpente dos mares, ou crocodilos, ou outro monstro aquático.
Nos interessa hoje saber como lidar com um espírito tão forte que em Jó o próprio Deus fala que quem lembrar de uma batalha com tal monstro nunca mais tentará, mas que por outro lado, no Salmo 74 diz que Deus fez em pedaços as suas cabeças.  Vamos vendo, versículo a versículo, o capítulo 41 de Jó:

1 - Poderás tirar com anzol o leviatã, ou ligarás a sua língua com uma corda?
O anzol é um instrumento usado pelos pescadores, para capturar os peixes: o peixe é fisgado pela boca, e quando ele é fisgado, ele começa a lutar para se livrar do anzol, mas acaba se entregando, vencido pela dor e cansaço. Antigamente uma das formas de torturar inimigos e mostrar seu poder sobre eles era colocando um tipo de anzol no nariz. Bem, o leviatã não é vencido pelo cansaço e não é possível dominá-lo pela boca, principalmente porque sua boca é sua principal arma. 

2 - Podes pôr um anzol no seu nariz, ou com um gancho furar a sua queixada?
O leviathan é comparado a dragões, pelo seu fogo na boca. Oque é isso? Falso testemunho, calúnias, mentiras. Imagine alguém que quer prevalecer falando mal de todo mundo. Nem todo mundo que tem esta característica está afetado pelo leviathan, mas todo mundo que está afetado pelo leviathan tem esta característica, afinal, falar mal é sua arma mais poderosa. Não darás falso testemunho é um dos 10 mandamentos. Falso testemunho, semear contendas entre irmãos, coisas que o Senhor odeia. Precisamos odiar tais coisas, ou seja, entender que estão em total oposição a Deus. Você só domina aquilo que confronta, portanto, não tolere este tipo de coisa, confronte! Traga toda a mentira ou boato à luz e com testemunhas.

3 - Pensa que ele vai lhe implorar misericórdia e lhe vai falar palavras amáveis?
O leviathan é um espírito que atua na soberba, na arrogância. Nunca dá o braço a torcer, nunca aponta um traço de humildade. Por isso devemos examinar a nós mesmos, sob as lentes e conselhos do Senhor, pra saber se há em nós arrogância, soberba, egocentrismo, narcisismo, vaidade, orgulho. Uma ponta de um destes sentimentos é suficiente para uma pessoa ser influenciada pelo leviathan.

4 - Acha que ele vai fazer acordo com você, para que você o tenha como escravo pelo resto da vida?
É um espírito inteligente, uma potestade, com uma visão ampla, mas por meio das suas "cabeças", atua de forma local. Ele tem uma visão macro, enquanto a visão humana é limitada, por isso é necessária a atuação profética para olhar com os olhos de Jesus a situação que realmente está acontecendo. Em local afetado por leviathans, há muitos boatos e um número crescente de mentiras, boatos e falsos testemunhos e por estas atividades você pode discernir quão intensa está a atuação do leviathan num ambiente. Quando boatos surgirem, não tome partido: ouça primeiro a voz de Deus. Não há acordo com leviathan, corte a cabeça. ele não se subordina a ninguém, e este é uam bom meio de desmascara-lo, confrontando com as verdadeiras autoridades na igreja. Geralmente, as pessoas afetadas buscam posições de liderança onde podem mandar e ver os demais seguindo suas ordens, isto lhes dá prazer. Mas o padrão de Cristo é servir, não ser servido. Como tais pessoas almejam poder, começam a competir entre os outros líderes, gerando conflitos de autoridade. O alvo, não raro, é derrubar o pastor da igreja, pois o pastor lidera para Cristo, enquanto a pessoa afetada pelo leviathan deseja  liderar a igreja para si mesmo. Ele entende que servir é ser escravo, e não entende o serviço voluntário e amoroso proposto por Jesus.

5 - Brincarás com ele, como se fora um passarinho, ou o prenderás para tuas meninas?
Não brinque com o leviathan, ele é homicida. Por ter muitas cabeças, pode cortar a sua sem pensar duas vezes. Isso tipifica bem a aberração que produz. Na igreja, o cabeça é Cristo. O leviathan tende a tornar a igreja uma quimera, ou uma hidra, uma aberração com várias cabeças, tipificando o conflito de autoridade. Numa igreja afetada, muitas pessoas são feridas, machucadas, destroçadas pela sua boca infernal e pelos seus dentes com os quais arrancam cabeças.

6 - Os teus companheiros farão dele um banquete, ou o repartirão entre os negociantes?
Ele não tolera negociões, porque é absoluto e quer ser absoluto em todos os assuntos. Ele quer ser como Deus. Embora sendo cristã, uma pessoa pode ter raiva de Deus pelo fato de Deus ser soberano. Essa raiva ou ressentimento da soberania, atrai este tipo de demônio. A raiva da soberania pode não ser tão evidente, por exemplo, a escolha do pastor ou dos líderes da congregação é uma escolha de Deus, algumas pessoas não gostam disso, mas ao invés de tentar entender os propósitos divinos submetendo-se a eles, escolhe se rebelar contra seus pastores e líderes, geralmente criando conflitos, dispersando o rebanho ou criando falsos testemunhos e outras mentiras.




7 - Encherás a sua pele de ganchos, ou a sua cabeça com arpões de pescadores?
Você não pode pegar numa armadilha o mestre das armadilhas. Não crie ciladas, confronte com a Verdade aberta, exposta da maneira mais clara e com o máximo de testemunhas por perto. O tubarão branco é o maior assassino dos mares, mas fora da água, é apenas um peixe grande com uma boca feroz. Não o confronte em seu ambiente natural: as trevas. Confronte na luz. Não fale a verdade nas entrelinhas, use a espada afiada e o cinturão da verdade para embasar suas afirmações. Traga todas as mentiras para a luz e fique longe dos dentes afiados dele.

8 - Se puser a mão nele, a luta ficará em sua memória, e nunca mais você tornará a fazê-lo.
Não tente fazer justiça com as próprias mãos. Se há algum problema, leve ao pastor da igreja. Se você é o pastor da igreja, tem autoridade para resolver, mas vai precisar do princípio de "submissão uns aos outros", portanto, a igreja será sua aliada. Não esqueça que ele promove motins e descubra quem está do lado dele antes de qualquer ação. É comum este tipo de pessoa rachar uma igreja para ser seu novo líder, à semelhança de Absalão, filho de Davi. Mas este tipo de liderança que começa na rebelião não sobrevive e tende a rachar novamente até se extinguir completamente. 

9 - Eis que é vã a esperança de apanhá-lo; pois não será o homem derrubado só ao vê-lo?
Não se iluda tentando vence-lo na carne. Somente Cristo pode resolver de forma sobrenatural a situação. Não há generais de guerra, apóstolos, ninguém. Neste tipo de batalha ou você dá a Cristo o lugar soberano Dele ou ainda que você ganhe várias batalhas contra o leviathan, você perderá a guerra. Após uma vitória, ficamos auto confiantes, e essa presunção é o ambiente perfeito para o leviathan prevalecer num contra ataque rápido e sorrateiro.

10 - Ninguém há tão atrevido, que a despertá-lo se atreva; quem, pois, é aquele que ousa erguer-se diante de mim?
Pessoas afetadas por este espírito sabem intimidar para prevalecer. Sabem usar de violência verbal, psicológica e espiritual. Infelizmente, nas igrejas, não entendemos oque é abuso espiritual. Mas há coisas que um líder não pode fazer, como obrigar pessoas a fazer oque quer que seja. O princípio de Cristo é a submissão voluntária. Se alguém não está de acordo, o líder deve se esforçar em persuadir em amor. Obrigar alguém a fazer algo é simplesmente escravizar a vontade de alguém. Vontade é um atributo da alma. Quando alguém obriga outra pessoa a fazer algo na igreja esta simplesmente aprisionando a alma desta pessoa. Uma pessoa aprisionada não pode lutar ou fugir das investidas do diabo. Cristo nos libertou para que sejamos livres, não escravizados por líderes tiranos. Por isso, o Faraó que Moisés confrontou é uma bom exemplo de pessoa totalmente dominada pelo leviathan. Quando viu que seus escravos começaram a ter "vontade", impôs cargas mais pesadas. Não pensou duas vezes em afrontar Deus matando os primogênitos, mesmo que isso custasse a vida de seu filho ou a sua própria, afinal, Faraó também era primogênito. Por isso foi importante Deus reverter toda a teologia de Faraó e não apenas tirar o povo do Egito, porque a dominação dele afetava a alma das pessoas. O leviatham cria um sistema religioso semelhante a um aquário, com paredes de vidro, luz artificial, algas artificiais, estátuas, com limites criados por ele e para ele. Questione estes limites e você verá que pode rompe-los, mas a regra básica é trazer para a luz.
Uma coisa é certa, ninguém pode ficar de pé na presença do Senhor. Quando a glória do Senhor encheu o templo, ninguém ficou de pé. Encha sua vida da glória de Deus até que transborde. Encha sua vida com Jesus, o Rei da Glória.

Em Cristo,
Lya Alves.

Leia mais:
>>Parte II : Os filhos da Soberba