Princípios da semeadura - (Ninho das Águias, 24/06/2015)


Princípios da Graça e da Semeadura (2 Coríntios 9:6-15) -  Este texto, muito usado para falar sobre ofertas, nos mostra o princípio da semeadura e a Lei da Graça.  Precisamos aprender a semear, estamos debaixo do princípio da semeadura, e sujeitos também a algo muito maior que é a Lei da Graça. Precisamos aprender a ofertar em vidas, nas vidas que estão nos presídios, nos hospitais, nos abrigos, nas vidas que nos cercam, em toda parte, sabendo que nossa recompensa vem do Senhor: 

"E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito:Espalhou, deu aos pobres;a sua justiça permanece para sempre.

Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus. Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus. Visto como, na prova desta administração, glorificam a Deus pela submissão, que confessais quanto ao evangelho de Cristo, e pela liberalidade de vossos dons para com eles, e para com todos;
E pela sua oração por vós, tendo de vós saudades, por causa da excelente graça de Deus que em vós há. Graças a Deus, pois, pelo seu dom inefável."
2 Coríntios 9:6-15

E sobre recompensa, também é necessário aprender sobre valores espirituais. Quem quer estar próximo a Deus precisa se alinhar com os seus valores. Por exemplo, quando Deus nos dá pque queremos ganhar, nos sentimos abençoados; quando Deus nos dá oque precisamos, não nos sentimos abençoados. Quando Deus nos dá um pote de doces, o cristão se sente abençoado, quando nos dá um litro de carqueja não se sente abençoado. Mas as vezes ele precisa mais de cura mais do que de mimos. O problema está em associar benção ao que achamos agradável, e não ao que é necessário. 

Deus não nos trata segundo nossa performance, mas segundo Sua Graça, pela qual fomos salvos. Deus nos ama. Seu amor por nós é incondicional. Desde o momento que nascemos tudo que fizemos foi pecar. Todos pecamos e estivemos destituídos da glória de Deus...até o dia em que fomos transpassados pela Palavra de Deus e então nos rendemos ao Senhor. Dali em diante, passamos a ter escolha: podemos pecar ou não. O pecado não tem mais força sobre nossas vidas e ficamos livres para andar em santidade e nos aproximar de Deus. Então seu amor por nós é incondicional, não está atrelado a nossas atitudes. Imagine o amor de uma mãe que tem um filho condenado num presídio. Ela o ama apenas porque ele é filho dela. Mas as atitudes dele não a deixam feliz. As atitudes dele a fazem sofrer. Assim é com Deus, Ele nos ama de forma incondicional, mas nem sempre se agrada das nossas atitudes. Se somos salvos, temos fé, e se temos fé precisamos apresentar obras, ou seja, precisamos semear. E semeadura tem tudo a ver com salvação. Fomos salvos, sem merecer,  pela graça, temos então uma dívida de gratidão para com Deus. O mínimo que podemos fazer é semear esta mesma graça, esta mesma justiça e amor que nos atingiu.

Por causa desse infinito amor, desse dom indescritível ou inefável, como diz Paulo, precisamos aprender os valores de Deus. Precisamos entender que se estamos vivos e respirando estamos sendo abençoados. Se podemos nos reunir em ação de graças num culto, estamos abençoados. Precisamos aprender a ter valores espirituais se quisermos ser pessoas espirituais. Nisso entra a semeadura. Semear vidas, semear pessoas, de acordo com os princípios eternos e não de acordo com imediatismo. Um pé de jabuticaba leva 8 anos para dar frutos. Se alguém não tivesse paciência de cuidar dessa árvore, não saberíamos oque é uma jabuticaba. Há pessoas que precisarão ser cultivadas anos a fio sem que você veja nenhum fruto, porque o tempo da colheita dela é mais longo. Semeie entendendo os princípios da semeadura. 

Semeie segundo oque você que colher. Se você quer figos, plante sementes de figos, se quer uvas, plante sementes de uva. Mas se você quer tesouros da glória, plante pessoas. Elas são os tesouros da glória. No final, tudo oque importa é a vida. e esse é o tipo de semeadura que você não terá muito retorno aqui, talvez apenas o necessário para você se manter motivado, porque para este tipo de semeadura Deus quer te recompensar eternamente. 

Talvez você não veja os frutos tão rápido, talvez leve anos, oque sabemos é que a colheita vem, Algumas coisas colheremos nesta vida, outras, apenas no porvir, mas uma coisa é certa: a colheita vem! Prepare-se! Semeie! Aprenda os valores do Reino.

Em Cristo,
Lya Alves