Louvores

O Senhor tem agraciado o Ninho das Águias com composições, proporcionando aos adoradores do MPNDA, oferecerem hinos, salmos e cânticos espirituais espontâneos e proféticos. Conheça nossos louvores.

Graffiti Evangelista

Graffiti, intercessão, evangelismo e inclusão cultural: tudo isso é o Graffitti Evangelista, um encontro de graffiteiros organizado pelo Ninho das Águias. Quer levar o Graffiti Evangelista à sua comunidade? Saiba como.

Escola de Profetas Ninho das Águias

A EPNDA, busca maior compreensão da fé e da verdade revelada, associando a teologia ao sobrenatural. Além da teologia propriamente dita, a EPNDA investe no preparo prático para o sobrenatural, para a intimidade e comunhão diárias com Deus.

Guerreiros de Deus

A revista Guerreiros de Deus é um projeto idealizado por André Alves e Lya Alves. Admiradores de quadrinhos e sem opção de leitura diante das temáticas atuais, os dois profetas foram inspirados por Deus a criar esta saga de aventura... Saiba mais

Palavra

André e Lya, através da pregação do evangelho, têm preparado odres novos, para o receber o vinho novo, levando estes odres ao rompimento com o velho a fim de estabelecer um relacionamento íntimo, simples e diário com Deus.

Profecia

"Ao final de 2015 vocês estarão graduados em batalha, mas em todas elas vocês verão a Minha Glória", com esta palavra o Senhor encerrou o ano de 2014, abrindo um novo tempo no ano que seguiu. Saiba mais.

Comitiva de Cura

A Comitiva de cura é um trabalho de evangelismo marcado pela simplicidade do Evangelho, o poder do Espírito santo, a Graça do Senhor Jesus e o amor do Pai. Para sentir a presença de Deus não é necessário estar num grande show, ou num grande altar. "Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus" (Romanos 1:17)

Começamos as orações em agosto de 2014, em janeiro de 2015 iniciamos a intercessão no local, e em julho o trabalho no campo missionário. O Evangelho é simples, e nossas armas não são carnais, mas sim poderosas em Cristo (2co 10:4). Munidos de amor e ousadia, vamos na confiança Daquele que nos enviou. 
"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." - Romanos 11:36
Quer participar deste trabalho com a gente? Envie e-mail para: mpnda@outlook.com

Comitiva de Cura - Crônicas missionárias do Ninho na rua. 15:AGOSTO:2015
Comitiva de Cura - Crônicas missionárias do Ninho na rua. 29:AGOSTO:2015

Comitiva de Cura - Crônicas missionárias do Ninho na rua. 29:AGOSTO:2015


+NinhodasaguiasOrgem Google+

DRAGÕES, MULHERES E UM HEREGE FANFARRÃO.

Chegamos na praça pontualmente às 10 horas, enquanto pendurava as placas chegaram Camila e Carlos, mais um tempo depois, chegou Isabel:

- Orem por mim, eu tô triste... - disse ela antes de desabar em lágrimas.
- Por quê? O que houve? - perguntou Lya.
- Não sei, não aconteceu nada, tô assim desde ontem. 
Lya também estava sentindo um peso de tristeza, sem lógica esta manhã. Pelo visto a comitiva hoje seria de intercessão!

Nos juntamos para orar e começar o culto mas fomos surpreendidos por dona Deusimar, a "dona Deusa", uma simpática e alegre senhora que veio correndo pedir uma oração e falar da sua gratidão a Jesus. Numa manhã triste Deus mandou alguém transbordando de alegria para ajudar os missionários. Deus é bom!

Começamos o culto, fizemos o de costume, mas hoje estava pesado, estranho. Não era pra menos:
- Tem um dragão em cima da gente! - me disse Lya, contando a visão que tinha acabado de ter.
Deus mostrou que o dragão não poderia ficar ali, e por alguma razão sabíamos que algo aconteceria no momento em que o bicho fosse expulso.
- Fiquem espertos, alguma coisa vai rolar.
Quem nos conhece sabe que somos profetas, espirituais, mas muito simples na forma de expressar isso, dificilmente falamos alto, tentamos não chamar a atenção pra nós, e desse jeito tranquilo, começamos a repreender o demônio, e, em outro canto da praça, as prostitutas que ficam ali trabalhando, começaram a discutir por algum motivo, a ponto de saírem no tapa.
- Continuem orando. - disse Lya ao pessoal. - Pegamos ele, e vai ter libertação aqui hoje!

Encerramos a oração, os ânimos se acalmaram e a praça estava lotada de gente que veio ver a briga. Ótima oportunidade de falar, oramos com algumas pessoas, profetizamos à outras e encerramos nosso dia na praça. Como tem sido comum, fomos "rendidos" por um casal de evangelistas que chegaram quando estávamos saindo. Deus tem incomodado seu povo em Niterói.

E O HEREGE FANFARRÃO?

Pois é, pensamos que a comitiva havia se encerrado, mas o "ofício profético" não acaba nunca. Da praça fomos para uma conferência municipal de políticas para as mulheres, ficamos lá até à noite e conseguimos pontuar coisas importantes, que precisavam ser faladas, e fizeram toda a diferença. 

Na volta para casa encontramos o sr. Jorge, um poeta que vende suas poesias nas ruas de Niterói, para pagar uma cirurgia que ele precisa fazer. Eu queria ajudar mas precisava recarregar nossos cartões de passagem e garanti a ele que voltava pra comprar uma poesia, e orar com ele. Recarregando os cartões não pude deixar de ouvir um irmão conversando sobre a "espiritualidade de ser contra a igreja atual", sobre os "ensinos espirituais de Caio Fábio e Ed Rene Kivtiz", e ostentando o "ser desigrejado e, por isso, ser visto como herege, pela igreja"... Voltei ao Jorge, cumpri minha promessa, e voltei pelo caminho onde o moço continuava falando mal da igreja. 

Isso me fez pensar que, geralmente, quem fala mal da igreja, por essa não fazer o que deveria, também não faz as mesmas coisas que cobra (não estou dizendo que seja o caso ali, eu não conheço o rapaz), mas foi um momento curioso, ele falava mal da igreja e a igreja estava ali, a 15 passos dele orando pelos enfermos no meio da rua. 

Sempre que me falam da decisão de ser desigrejado, eu pergunto se a pessoa procurou em TODAS as igrejas da sua cidade, ou do seu bairro, ok... da sua rua? Quase sempre a resposta é não, infelizmente. Se você está nessa situação, se você abriu mão da comunhão com o corpo de Cristo, quem sabe até para preservar a sua fé, lembre-se que sempre vão existir os que não se dobram. Converse com Deus, o Espírito Santo vai te mostrar um desses 7 mil.

Graça e Paz!
André Alves

Mensagem: Intimidade, quem tem?


+NinhodasaguiasOrgem Google+

É possível amar a Deus e odiar seu irmão? A Bíblia diz que não. João afirma que "Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?" [1 João 4:20]. Então não dá pra amar um e odiar o outro na mesma existência... 
Me aparece então mais uma pergunta: é possível ser íntimo de Deus e odiar seu irmão? Antes que você se aprece em dizer "claro que não, André!", vamos lá no começo dos tempos...

Caim e Abel. Com certeza você conhece a história dos dois irmãos, um lavrador e o outro pastor de ovelhas. Um dia eles ofertaram a Deus, e a oferta de Abel foi aceita, diferentemente da oferta de Caim. Caim não gostou muito disso, "E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar." [Gênesis 4:6,7]. Percebeu que foi Deus quem puxou conversa com Caim? Isso mostra que Caim tinha intimidade com Deus.

Geralmente lemos a Bíblia ignorando o que ela não diz, mas o silêncio nas escrituras fala muito. A passagem sobre Caim e Abel, pula do versículo em que eles nascem para o versículo em que eles ofertam, e não menciona nada sobre esse meio tempo. Posso deduzir que esta não foi a única oferta que eles deram a Deus em suas vidas, e provavelmente todas as ofertas de Caim até ali foram aceitas como as de seu irmão. Então Caim era fiel a Deus, e a forma como Deus se relacionava com ele mostra que também tinham intimidade.

Mesmo com toda essa intimidade, ainda assim, Caim odiou o seu irmão a ponto de matá-lo, e mais uma vez "...disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?" [Gênesis 4:9]

Ter intimidade com Deus não é termômetro para seu nível de comprometimento com Ele ou com o evangelho. Se avalie e peça para Deus te avaliar também, e veja se você tem ódio ou qualquer outro sentimento contrário ao amor em seu coração com relação aos seus irmãos; Se você odeia e pensa que está tudo bem, por que Deus continua tratando você com intimidade, cuidado! Assim como Caim, você vai acabar usando seu tempo de intimidade com o Pai para se explicar sobre o sangue em suas mãos... 

Graça e Paz!
André Alves

3 Características de uma geração apostólica


+NinhodasaguiasOrgem Google+

"Jesus respondeu-lhes e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou." (João 6:26,27)

Em João 6 vemos Jesus que parece estar fugindo da multidão (vc.22 a 26) que o seguia para saciar sua fome e suas necessidades. Jesus não tem problemas em saciar fome. Era um gesto muito típico Dele alimentar os famintos, partilhar o pão. Mas aqui Ele começa a se desvencilhar da multidão que só queria buscá-lo para conseguir coisas materiais, porque era hora de entregar alimento espiritual a pessoas espirituais. E como o texto mostra, os espirituais eram minoria, mas Jesus sabia que não podia contar com aqueles que buscavam apenas coisas materiais.

1- Buscar alimento espiritual é a marca de um apóstolo e discípulo de Jesus. 
O Rei dos Reis não deseja alimentar pessoas apenas com coisas materiais, mas com a vida eterna. Jesus veio pra saciar qualquer fome que você tenha, mas precisamos ter fome espiritual. Se não temos, precisamos começar a comer, quer tenhamos fome ou não. "Estou sem vontade de ler a palavra", "vou ler quando der vontade", é a mesma coisa que dizer "vou beber água quando der vontade", mas quando der vontade, você já estará desidratado. Então as pessoas deixam para beber da água da vida quando já estão desidratadas. Uma pessoa chegou a nós durante o evangelismo, dizendo: "ore por mim, eu tenho uma igreja, mas eu não estou lendo, estou sentindo minha fé enfraquecida, não estou conseguindo orar, me envolver com Deus", eu lhe disse:" eu vou orar por você, pra que você tenha força, MAS deixe eu conversar com você. Seu corpo espiritual é igual ao seu corpo material. Seu corpo precisa de comida, alimento. É sua responsabilidade comer. A parte de Deus é fazer a comida. Deus criou os alimentos, botou tudo na natureza, aí a gente cria pratos, enfeita,faz ficar bonito. Deus cria a maçã, as frutas, nossa parte é fazer a comida e comer. Com o espírito é a mesma coisa, se você não comer, vai ficar doente. Com ou sem fome você tem que comer". 

Se não tivermos fome da palavra para nos alimentarmos espiritualmente, começaremos a ter outros tipos de fome. E estas são as fomes que você não deve ter. Vemos em Pedro, uma característica da geração apostólica: uma fome enorme da palavra. As pessoas só comentam  Atos 2:41, onde após a pregação de Pedro três mil pessoas se converteram, mas ignoram a fome que Pedro estava em João 6:68, quando o discurso de jesus ficou tão pesado que foi todo mundo embora. Jesus dispensou todo mundo e ainda convidou os demais a se retirarem caso a pregação estivesse pesada demais pra eles. Pedro ficou porque tinha fome de alimento espiritual. A palavra era dura? Era. Dava vontade de ir embora? Dava. Mas Pedro estava disposto a suportar oque fosse necessário para ouvir as palavras de vida eterna. A pregação de Pedro arrebatou várias pessoas, mas era apenas consequência da fome que Pedro tinha da palavra, a chave para o entendimento de Atos 2:41 está em João 6:68: "Pra onde irei? Só Tu tens as palavras da vida eterna."- Ou seja, o discurso de Jesus era duro, escandalizou os discípulos, mas Pedro tinha fome de comida espiritual. Você tem fome de que?

Deus disse que saciaria a fome. Para isso precisamos ter fome de coisas espirituais. Se não tivermos fome, devemos comer mesmo assim. E isso começa com buscar a Deus. a internet tem muito mais coisa pra alimentar suas fomes, o mundo tem muito mais coisas pra te alimentar, mas é junk food, você vai comer e daqui a meia hora vem a fome de novo porque você não está alimentado. Aí nasce o consumismo, a ansiedade, a dependência: tudo isso é fome, mas se alimentar destas coisas apenas aumenta o vazio e amplia a fome. Mas quando você se alimenta da palavra de Deus, ela dura meses, você vai ficar meditando naquela palavra durante dias, meses, anos, porque é alimento espiritual. E ela não vai embora, ela não acaba e não gasta: ela fica sólida e vira alicerce.

2 - Saber gerenciar o tempo. 
Outra característica de uma geração apostólica é saber gerenciar o tempo, oque vem através do entendimento da prioridade. Eclesiastes 3 fala sobre o tempo, que há um tempo pra tudo. Pensamos que ter tempo pra tudo é preencher seu tempo com afazeres e anotar tudo na agenda. Achamos que isso é gerenciar tempo. Eclesiastes fala que pra tudo há um tempo, mas não fala que você vai fazer tudo. Ele está falando de prioridades, não do tempo cronológico. Gerenciar tempo é estabelecer prioridades. Eclesiastes fala que há um tempo pra tudo, tempo de plantar e de colher, tempo de rasgar e tempo de cozer, ou seja, as vezes você vai plantar, as vezes não. As vezes você vai costurar, as vezes não. As vezes você vai fazer coisas, as vezes não. Isso também foi especialmente importante para Pedro, que foi ensinado a esperar. Jesus ensinou Pedro, impulsivo, a pensar antes de falar, a medir as consequencias dos seus atos, e a não agir impulsivamente.

3 - Estabelecer oque é prioridade. 
Agora observe, em Mateus 28:19 Jesus ordena a seus discípulos"ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo"- Se Jesus mandou ir, era pra ir. Mas também falou para que esperassem o cumprimento da profecia: "E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes. Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias." (Atos 1:4,5)

Se Pedro ouvisse apenas a ordem de "Ir", estaria esperando pacientemente na casa onde se reuniam no dia do Pentecostes? Imagina se Pedro não tivesse sido tratado de sua impulsividade e tivesse imaginado:"Bom, Jesus mandou eu ir, posso receber o Espírito Santo em qualquer lugar"- Teria ele recebido o batismo no Espírito Santo e inaugurado a era apostólica da igreja? Provavelmente não. Mas muita gente hoje acha ofensivo esperar, como se o Reino de Deus fosse impulsividade.Acontece que Deus estabelece oque é prioridade. Quem pretende entrar na atmosfera apostólica precisa saber qual é a prioridade divina e seguir a risca as instruções de Deus.

Portanto, devemos lembrar que o ministério apostólico é um dos ministérios de Jesus. Ele compartilhou com sua igreja, portanto, isto é para você. Ande no espírito, ande profetica e apostolicamente.

Em Cristo,
Lya Alves

(palavra ministrada dia 16 de agosto de 2015 no Ninho das Águias) 

Principados, potestades e um evangelho subversivo


+NinhodasaguiasOrgem Google+

"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." -  Efésios 6:12

Este texto de Efésios é muito usando em batalhas espirituais. Ele nos faz olhar além das circunstâncias, além das atitudes humanas e põe em evidência o poder que influencia pessoas. Quando ouvimos pessoas falando: "a religião mata pessoas", ou "a guerra mata pessoas", ou "fulano matou alguém por dinheiro", estamos na realidade falando do poder exercido por principados,  potestades, espíritos de perversão e não de pessoas ou religiões. Portanto, se estes são os reais agentes do mal, e se é contra eles que devemos lutar, é bom estudarmos a respeito.

Antes de definir principados e potestades, vamos a etimologia das palavras em efésios 6?

A) Principados = "arkhe" ; vem de "arkomai"(reinado):
1 - começo; em sentido abstrato, 
2 - um chefe (em várias aplicações de ordem, tempo, lugar ou posição) em sentido concreto;
3 - início, 
4 - primeiro;
5 - magistrado, poder, principado, 
6 - princípio, regra, norma, governo.

B) Potestades = "exousia"; vem de "exesti" (que tem sentido de capacidade impessoal);
1  - (sentido subjetivo) privilégio, força, capacidade, competência, liberdade, 
2 - (sentido concreto) domínio, mestria, magistrado, sobre-humano, potentado, símbolo de controle, influência delegada: - autoridade, jurisdição, liberdade, poder, direito, força, comando.
3 - A palavra "potestade'" vem do latim e significa "poder de quem manda" e nos dá a ideia de que não se refere a quem detem ao poder, mas ao poder exercido por este ser (humano ouespiritual), sendo assim, "coisas" também tem poder, como por exemplo, o dinheiro, devido ao "poder que exerce" sobre certas pessoas. Lembrando que potestade era uma palavra usada para juízes e magistrados.

C) Dominadores/governantes/príncipes das trevas/obscuridade = Kosmokratos tou skotos. sobre obscuridade, leia mais neste artigo.

D) Espíritos da perversão = Pneumaticos ho poniria  
Pneumaticos: não-carnal, ou seja, humanamente etéreo, ou um espírito sobrenatural. 
Poniria vem de "poneros": perverso, doloroso,  mal (indica degeneração de virtude original, corrupção); calamitoso; moralmente doente mas no sentido culposo, ou seja, abandonado, vicioso, facinoroso; neutro malícia, maldade, ou culpa (plural) (singular); mau, grave, dano, lascivo, malicioso, maldade.

Sim, Efésios 6 é um texto altamente subversivo assim como todo o cristianismo. O apóstolo Paulo está mandando lutar contra o governo NAS regiões celestiais, não fala para lutar contra os principados DAS regiões espirituais. Os principados das regiões espirituais são "kosmokratos tou skotos", devemos lutar contra eles TAMBÉM, mas com relação ao nível de opressão que os governos políticos exercem, Paulo põe todos no mesmo pacote, veja:

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados(arkhe), contra as potestades(exousia), contra os príncipes das trevas (Kosmokratos tou skotos) deste século, contra as hostes espirituais da maldade(Kosmokratos tou skotos), nos lugares celestiais.

Então, meu amigo cristão e subversivo. A menos que Deus mande, não perca seu tempo marchando em passeatas contra governos corruptos e opressores. Seu posto de combate é nas regiões celestes, no campo de batalha espiritual, seu bombardeio é de oração, sua força é para amar e seu grito de guerra é AMAI-VOS UNS AOS OUTROS.

Você precisa ter consciência política, os profetas no Antigo Testamento tiveram, os apóstolos no Novo Testamento tiveram, portanto um cristão não pode ser um alienado político. O Reino de Deus está acima de todo e qualquer sistema político/financeiro/econômico/militar, precisamos revolucionar este mundo perverso e nossas armas não são carnais.

A parte boa é que se Paulo nos ensina a batalhar em oração contra governos, é sinal de que por meio da oração ao Todo-Poderoso podemos levantar e derrubar governos. Um homem que entendia isso era John Knox, pai da reforma protestante na Escócia: a rainha da Escócia dizia que tinha mais medo das pregações e orações de John Knox do que dos soldados e canhões da Inglaterra. Há duas maneiras de lidar com as trevas: uma delas é pegar o diabo pelo chifre, outra é acendendo a luz.

Haja Luz!


Em Cristo,
Lya Alves

Comitiva de Cura - Crônicas missionárias do Ninho na rua. 15:AGOSTO:2015

+NinhodasaguiasOrgem Google+

A ida

Linha 38, ônibus de Itaipu rumo ao Centro de Niterói. Esse foi nosso transporte de ida hoje, entramos, e percebi que o motorista estava ouvindo uma rádio evangélica.

- Clima bom. - pensei, ao passar pela catraca.

Sentamos atrás de um rapaz e por duas vezes ele se virou pra trás, e me olhou de uma forma muito estranha. Por algum motivo, ao olhar em seus olhos, me lembrei da dona Clotilde procurando seu cachorrinho... "Satanás, é você satanás?". Enfim, com as mãos disfarçadamente estendidas pro moço, comecei a orar em silêncio. Rapidamente vi a figura dele, acorrentada e com cadeias nos pulsos e tornozelos, a visão seguiu com as cadeias nos pulsos se desfazendo, e o rapaz, com uma sincronia espiritual tremenda, começou a girar os braços lentamente, como quem está com os ombros cansados de estar na mesma posição por muito tempo. Isso me animou a interceder mais e pude ver os tornozelos sendo liberados. Foi então que ele se virou...

O sorriso no seu rosto me deixou ver que ele havia voltado ao controle, ele disse algo sobre a canção que tocava no rádio, mas não pude entender, infelizmente não consegui perceber se ele era portador de alguma deficiência, ou se estava alcoolizado, mas apertamos as mão seguimos falando sobre sua família e a bondade de Deus. Assim começou nosso dia.

Panfletos de terno

Chegamos na praça, prendemos os banners, enquanto eu dava o último nó, um casal se aproximou, o marido estava se sentindo mal, tonto e orei com ele, pra glória de Deus ele ficou bem, e conversamos um tempo enquanto Lya orava com sua esposa.

Nossa proposta na comitiva é estar disponível pra quem quiser Jesus, enquanto estamos lá, fazemos nosso culto: louvamos, oramos, lemos a Bíblia... O Espírito Santo traz as pessoas. Durante a leitura o Alex, um dos rapazes que encontramos semana passada, chegou e sentou com a gente no chão. Ouvimos ele falar sobre sua vida na rua e conversamos sobre como Deus pode interferir nessa fase que ele atravessa. Em certo momento entraram na praça três irmãos de alguma igreja pentecostal, um puxava uma caixa de som, um outro falava no microfone e o terceiro abordava e entregava panfletos, os três vestidos em ternos impecáveis. Eles estavam evangelizando. Vendo de longe eu pensei:

- Cara, que legal, mais gente tá ouvindo o Senhor. - mal sabia eu...

Eles pararam perto da gente e o rapaz que abordava veio fazer seu papel, nos entregou o panfleto e começou a me evangelizar. Até aí tudo bem, uma Bíblia aberta no meu colo, e os banners sobre oração e salvação, não querem dizer nada... Sorri pra ele, apertei sua mão, e falei:

- A Paz do Senhor, irmão. Eu também tô fazendo evangelismo. - disse eu, apontando pros banners e todo o resto.
- Amém... - ele resmungou enquanto lia o que estava escrito, e continuou a falar quando terminou a leitura. - Mas Jesus pode te livrar da cocaína! Jesus...
- Filho, eu sou pastor... - interrompi o irmão, enquanto segurava a gargalhada que brotava em meu ser.
- Oi? - disse o evangelista, seus olhos arregalados sugeriam que ele havia acordado de um transe, mas guardei a informação em meu coração.
- É, eu sou pastor e tô evangelizando aqui na praça também. - disse pra ele, que não parecia muito convencido.
- Ah tá... - e se voltando pro Alex, entrou em transe novamente. - Jesus pode te livrar da cocaína, jovem! Jesus...

Barulhento como "o metal que soa", ele terminou o que veio fazer e foi embora. Um conselho aos missionários e evangelistas que estão lendo este texto: seja uma pessoa falando pra outra pessoa; não um panfleto ambulante, com um monte de informação a ser passada. Ouça o que te disserem, se importe com as histórias, se relacione, ou seja, imite a Jesus, é assim que Ele fazia. Se com isso não te reconhecerem de longe como um líder espiritual, e te confundirem com a multidão, fique feliz. Era assim com Jesus também.

Estamos na praça todos os sábados à partir das 10h da manhã, se você quer se juntar a nós pra adorar ao Rei, e estar disponível pra quem tem sede, basta entrar em contato através do email: mpnda@outlook.com
Graça e Paz!
André Alves

Sutilezas da idolatria

+NinhodasaguiasOrgem Google+

Os dois primeiros mandamentos nas tábuas da Lei são:

“Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor, sou teu Deus...” (Ex 20:3-5). 

“Proskaneo” é o termo traduzido como “adorar”. Em outra ocasião, Jesus resume a lei e os escritos dos profetas em: “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento”. (Mt 22:37). Percebemos que Jesus cumpre toda a lei em adorar a Deus em toda sua vida como o único, exclusivo, suficiente e verdadeiro Deus. Partindo do exemplo de Jesus, devemos discernir as mais diversas e sutis expressões de nossa idolatria. 

A palavra idolatria (eidololatreia) vem dos radicais gregos eidolon + latreia, onde eidolon seria “imagem” no sentido de ''corpo visível” e latreia significa "adoração", “culto” ou “serviço religioso”. Assim, idolatria representaria mais uma adoração às aparências corporais do que de imagens simplesmente. 

Mas o mundo espiritual é sutil, assim como a serpente é astuta. Nem sempre o pecado aparece momesco como um diabo vermelho com chifres e rabo de seta. Muitas vezes ele opera na sutileza. 

No Novo Testamento vemos Jesus expondo a sutileza da idolatria. Por exemplo, no deserto, Jesus foi tentado a reduzir Deus a um panteão de deuses onde ele seria apenas o maior Deus entre os demais. Isto era oque realmente estava em jogo quando o diabo propôs que Jesus o adorasse para ser o “rei dos reis” sem o sacrifício da cruz, Ele disse : “Retire-se, Satanás! Pois está escrito: Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto”. (Mt 4:10). Muitas pessoas não entendem a monolatria e não entendem porque a Bíblia é tão severa com isso. Eis o motivo: Deus não é o maior entre outros deuses, um tipo de Zeus no panteão grego; Ele é o único deus, os outros não o são. Claro, a cruz estava em jogo, mas oque quero que você observe é a estratégia dissimulada do diabo. C.S. Lewis dizia que "o diabo manda pecados aos pares", porque você vê a armadilha da direita e cai na  armadilha da esquerda que é o lado oposto.

Jesus foi tentado a reduzir Deus a matéria. Quando a Bíblia diz que “Deus é espírito”.(João 4:24), fica claro que condicionar Deus a uma “forma” é reduzi-lo. “Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.” (Apocalipse 1:8) Condicionar sua vida com Deus a coisas materiais também é idolatria. Jesus decretou guerra ao materialismo de sua época (“meu reino não é deste mundo”).

Outra armadilha comum é reduzir Deus a um discurso teológico. Deus não pode ser entendido definido pela teologia. Deus só pode ser revelado mediante a ação do Espírito Santo. Deus não pode ser compreendido pela mente humana ou pela teologia sistemática, mas apenas pelo espírito. Essa é uma pedra de tropeço que machuca muita gente e é causa de racha em muitas igrejas. “Quão insondáveis são os seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos! Quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro?” (Rm 11:33-36). O deus da teologia é apenas uma imagem, um ídolo teológico. A teologia se presta a discursar sobre Deus, mas não a defini-lo. No entanto, muito teólogos mal-intencionados tentam explicar Deus ou seus atos através da teologia, mas isso é semelhante ao que a ciência faz tentando explicar a criação.

Há outros tipos de idolatria como a “egolatria”, etc, isto porque basicamente idolatria é tudo que se interpõe entre você e Deus. Saulo de Tarso era idólatra com a própria palavra. Idolatrava uma imagem de Deus que aprendeu, mas que estava distante do Deus verdadeiro. Então se você está adorando a "imagem de Deus " e não ao Deus vivo, você pratica a idolatria. 

Certa vez Deus nos disse: " Conheçam a mim como eu conheço a vós". Minha resposta foi: "Não é possível, Senhor". A resposta Dele foi: "Tente". Oque Ele queria com isso era mostrar que se não tentarmos, nunca o conheceremos. 

Temos limites, mas não devemos nos definir ou nos limitar pelos limites, porque em Cristo podemos cruzar fronteiras. Até onde pode ir nosso conhecimento de Deus? Só saberemos quando tentarmos descobrir. Mas no geral, oque fazemos é cruzar os braços para o relacionamento com um Deus eterno e que terá a eternidade para se revelar a nós. Outros cruzam os braços e dizem:"conheça a Bíblia", mas isto não é conhecer Deus, assim como conhecer minha carteira de identidade ou meus diários não é o mesmo que me conhecer. Até onde podemos conhecer a Deus? Quantas fronteiras poderemos atravessar? Quantas vezes você poderá ouvir "coisas grandes e firmes que ainda não sabes" até que Deus diga:"Filho, isto não é da sua conta". Quantas vezes você ouviu de Deus; "filho, se eu te explicasse você não entenderia?"- se ouviu pouco, sinal que está caminhando pouco no conhecimento de Deus. Não estou questionando sua intimidade, mas sua curiosidade. Deus quer se revelar, mas você quer mesmo conhecê-lo? Ou tudo oque você já tem sobre Ele é suficiente? "Assim como as águas cobrem o mar" é uma expressão que definiria o quanto você conhece de Deus? Esforça-te. Porque qualquer coisa que se coloque entre você e Deus se torna idolatria. Oque deixamos de perceber? Quando se trata de idolatria pensamos nos objetos, mas o foco do que Deus diz é "diante de mim". Oque está entre você e Deus? Um vício? O tempo? Pessoas? Sua Vontade?

Se você percebeu que há algo que impede seu conhecimento de Deus, a sua vontade em conhece-lo, deixe-me explicar mais uma coisa. Idolatria não diz respeito apenas a imagens de outros deuses, mas a própria imagem de Deus. Se a imagem de Deus que você tem não permite que você conheça mais Dele, você é um idólatra, porque o Deus bíblico é o Deus ao qual Oseias se referiu, dizendo:"Então o conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor" ( Oseias 6:3), o Deus ao qual o salmista se referiu: "grande é o Senhor e digno de ser louvado; sua grandeza não tem limites". Tentar reduzir Deus é idolatrar o Deus que não tem limites. Qual limite do conhecimento de um homem para com Deus?  

Agora vejamos a punição de Deus para a idolatria no Antigo Testamento:

"Se um homem ou uma mulher que vive, numa das cidades que o Senhor lhes dá, for encontrado fazendo o que o Senhor, o seu Deus, reprova, violando a sua aliança, e, desobedecendo ao meu mandamento, estiver adorando outros deuses, prostrando-se diante deles, ou diante do sol, ou diante da lua, ou diante das estrelas do céu, e vocês ficarem sabendo disso, investiguem o caso a fundo. Se for verdade e ficar comprovado que se fez tal abominação em Israel, levem o homem ou a mulher que tiver praticado esse pecado à porta da sua cidade e apedreje-o até morrer." (Deuteronômio 17:2-5)

Idolatria era punida com a morte. Agora me diga, embora você seja um crente irrepreensível, há áreas da sua vida que estão mortas? Talvez isso se explique pelo fato de que há idolatria em alguma área da sua vida. Agora que você entende que idolatria é um conceito mais amplo do que apenas adorar deuses, ore para que Deus mostre se há idolatria na sua vida.

Em Cristo, Lya Alves
(estudo complementar do sermão de 05/agosto/2015)

Uma definição da vida eterna, por Jesus

"E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste."
João 17:3

Em João 17, Jesus define a vida eterna. Falando ao Pai, disse: E a vida eterna é esta, que conheçam a Ti". A vida eterna é simplesmente conhecer a Deus, que é eterno. Mas oque seria "conhecer", para Jesus? Oque seria "conhecer", para Deus?
O termo hebraido que traduz “conhecer” é yada, que foi traduzido em grego, pela LXX, com o verbo ginoskein. O significado deste verbo bíblico abrange diversas dimensões: saber, conhecer; prestar atenção, preocupar; entender, perceber; ter relações sexuais, coabitar.  Não se trata somente do aspecto intelectual, mas compreende também o sentimento, o querer e o fato de estar junto. Conhecer indica também o ato sexual, pois se conhece também com a paixão e a ação, com a comunhão dos corpos, com a convivência, com a contrução mútua de um projeto. Muitas vezes a Bíblia usa a expressão "conhecer" como um eufemismo, por exemplo, quando um homem  faz sexo com uma mulher, a Bíblia diz que "conheceu" a mulher devido o entendimento da intensidade da intimidade. Então, vida eterna é conhecer, ter intimidade com Deus. Pra entender isto na prática, um bom versículo é o de Isaias: 

"O boi conhece o seu possuidor, e o jumento, a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende." (Isaías 1:3).

O boi e o jumento conhecem seu dono, sabem oque tem que fazer, em contraposição, o povo de Deus não o conhece. conhecer aqui significa entender que Deus é seu Senhor, assumir sua posição e servir. Oque se espera de um boi? É oque ele faz. Um jumento é capaz de conhecer a manjedoura do seu dono, porque conhece o seu dono, é um animal simples, mas é capaz de agradar seu dono fazendo oque se espera. Vida eterna é simplicidade, é entender que Deus é seu Senhor, entender sua posição de servo e cumprir sua tarefa. Mas somos mais do que servos, somos filhos, oque se espera de filhos? Que pareçam com os pais, e que sejam obedientes e assumam sua posição de Filhos. Bem, somos filhos de Deus, irmãos de Jesus, o Rei dos Reis. Oque Deus espera dos cristãos? Que  assumam sua posição no reino! Isto é a vida eterna! Assuma sua posição na vida eterna.

Conhecer o Senhor é entender que Ele é seu Senhor, viver diante DEle e assumir sua posição, e tudo isto resume a vida eterna.

Assuma sua posição!
Em Cristo, Lya Alves.

(resumo da palavra ministrada em 05/agosto/2015)