Louvores

O Senhor tem agraciado o Ninho das Águias com composições, proporcionando aos adoradores do MPNDA, oferecerem hinos, salmos e cânticos espirituais espontâneos e proféticos. Conheça nossos louvores.

Graffiti Evangelista

Graffiti, intercessão, evangelismo e inclusão cultural: tudo isso é o Graffitti Evangelista, um encontro de graffiteiros organizado pelo Ninho das Águias. Quer levar o Graffiti Evangelista à sua comunidade? Saiba como.

Escola de Profetas Ninho das Águias

A EPNDA, busca maior compreensão da fé e da verdade revelada, associando a teologia ao sobrenatural. Além da teologia propriamente dita, a EPNDA investe no preparo prático para o sobrenatural, para a intimidade e comunhão diárias com Deus.

Guerreiros de Deus

A revista Guerreiros de Deus é um projeto idealizado por André Alves e Lya Alves. Admiradores de quadrinhos e sem opção de leitura diante das temáticas atuais, os dois profetas foram inspirados por Deus a criar esta saga de aventura... Saiba mais

Palavra

André e Lya, através da pregação do evangelho, têm preparado odres novos, para o receber o vinho novo, levando estes odres ao rompimento com o velho a fim de estabelecer um relacionamento íntimo, simples e diário com Deus.

Profecia

"Ao final de 2015 vocês estarão graduados em batalha, mas em todas elas vocês verão a Minha Glória", com esta palavra o Senhor encerrou o ano de 2014, abrindo um novo tempo no ano que seguiu. Saiba mais.

Nota de Repúdio pela execução de 5 jovens em Costa Barros-RJ.


+NinhodasaguiasOrgem Google+

NOTA DE REPÚDIO

O MINISTÉRIO PROFÉTICO NINHO DAS ÁGUIAS, vem a público apresentar seu REPÚDIO e PROFUNDO PESAR pela  EXECUÇÃO DE 5 JOVENS NO DIA 28 DE NOVEMBRO DE 2015 EM COSTA BARROS, SUBÚRBIO DO RIO DE JANEIRO,  e pela VIOLÊNCIA COTIDIANA a que o cidadão do rio de Janeiro está submetido, seja por meio da Polícia Militar, seja por meio de ações criminosas.  

A execução dos 5 jovens é uma das muitas e repetitivas ações de violência que ocorrem no estado. A violência, venha de onde vier, em todas as suas formas, (seja física, verbal, psicológica, etc.) é sempre a pior alternativa. Fere a liberdade, a dignidade, os princípios democráticos. Os 50 tiros de fuzil alvejaram o carro, os jovens, os princípios da Constituição Federal e a cidadania.

Em nome de Jesus Cristo, que chamou sua igreja para ser pacífica, libertadora e para dar testemunho de amor, caridade, mansidão e paz, queremos deixar claro que rejeitamos a violência a qual a sociedade está submetida. Repudiamos em especial a violência, racismo e abuso de autoridades cometidos contra moradores das favelas. Repudiamos essa cultura racista que trata o negro como suspeito, sendo alvo prioritário da arbitrariedade e revistas policiais. Todos os dias jovens são exterminados como fruto dessa guerrilha urbana.

Cremos que toda autoridade é instituída por Deus para exercer justiça segundo os princípios de Deus. Cremos na legitimidade e importância da PM e sabemos das dificuldades pelas quais a instituição vem passando, que vão desde salários injustos ao extermínio de policiais que saem todos os dias para o trabalho com medo de morrer como vários de seus companheiros: como moscas, numa guerra sem fim. Nosso repúdio é também uma forma de dizer que cremos que há esperança para a instituição, desde que haja investimento, treinamento e outras providências.

Nos solidarizamos com os sentimentos das famílias atingidas, e mais uma vez, professamos nossa fé, que nos ensina: "NÃO MATARÁS" e também "CHORAI COM OS QUE CHORAM". Nossa prática de fé nos ensina o amor e o respeito ao próximo. Queremos justiça, mas não apenas uma resposta das autoridades sobre os crimes cometidos: visto que é uma situação que se repete com casos como o do pedreiro Amarildo, que não foi o primeiro e nem será o último, queremos sejam tomadas providências imediatas, como imediata é a criminalidade. Das autoridades competentes queremos Segurança.

Imploramos ao Príncipe da Paz que envie ajuda do céu, do seu Trono de Justiça, a fim de obtermos Graça neste tempo oportuno. Que Deus nos conceda Graça neste assunto.



Niterói, 30 de novembro de 2015.

Ministério Profético Ninho das Águias.

O vaso de alabastro em 2016 vem com óleo de alegria!

+NinhodasaguiasOrgem Google+

2016 vai ser um ano surpreendente! Em Lucas 7, o autor conta a história de uma pecadora que ungiu os pés de Jesus. Em João 12:5 o autor ainda diz que Judas se irritou e perguntou: "Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?"

"E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento" (Lucas 7:37)

Assim como aquela mulher ungiu os pés de Jesus porque entendeu que prioridade era oque ELE definia como prioridade, Deus vai levantar pessoas como esta mulher, até ali, pecadora, mas movida de intenso arrependimento, usou tudo oque tinha para o Senhor. Se dentro da igreja está emergindo uma igreja sodomita que Deus fará prosperar para sua própria perdição, do meio do pecado, Deus levantará pessoas dispostas a honrar ao Senhor com tudo oque tem, e isso será para sua salvação. 

Vem aí uma linda safra de novos convertidos, cheios de óleo (unção) precioso do Senhor. precisamos protegê-los porque os sodomitas, assim como os antiCristos, odeiam unção. Lembre-se, a oposição não é a Jesus, mas ao Ungido; não é ao Cordeiro, mas ao Ungido; não é ao amor, mas à unção. (Leia mais no Estudo sobre o antiCristo)

Vaso de alabastro com óleo de alegria. 
"Amaste a justiça e odiaste a iniquidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria mais do que a teus companheiros." -  Hebreus 1:9
O vaso de alabastro em 2016 vem com óleo de alegria, perfume de justiça, nas mãos de pessoas improváveis. Aleluia!


Em Cristo,
Lya Alves
(25/nov/2015)

Há uma igreja sodomita emergindo em 2016

+NinhodasaguiasOrgem Google+

Esta noite tive um sonho interessante. Sonhei que uns amigos da igreja me chamaram para ceiar com eles. Então fui com André e entramos na casa e ficamos na cozinha conversando com a família que ali estava, era uma família muito grande. Dentre as pessoas que nos convidaram, tinham pessoas desviadas da igreja, pessoas embriagadas, e vários tipos de pessoas perdidas, e tinham uma aparência muito pobre.

De repente chegou uma outra família que também foi convidada. Era uma família burguesa, muito altiva, com pessoas muito soberbas. Andavam com a Bíblia na mão, impecavelmente bem vestidas, e sorriram quando passaram por nós. Mas foram levados para a sala, na outra parte da casa, onde havia um outro ambiente. Eles ficavam rindo e debochando das pessoas que estavam na cozinha porque eram pobres, perdidos, alcoólatras. O chefe de uma das famílias que estava lá passou por mim, apontou um rapaz que estava desviado e embriagado e falou sorrindo e rangendo os dentes: "mi-se-ri-cór-dia. Esse rapaz esteve um dia na igreja". Era uma crítica, o olhar dele era de profundo desprezo por todos que estavam naquele ambiente, e principalmente por mim, que tinha optado por estar ali. Então sorri de volta pra ele e disse amavelmente:
"Menos acusação e mais intercessão. É disso que eles precisam."

Da cozinha eu via a festa maravilhosa e o culto na sala. Mas preferi ficar ali com os perdidos do que com os burgueses santarrões. Onde eu estava não podia sequer fazer um culto, devido ao estado das pessoas. No entanto, eu precisava estar ali para falar de Deus pra elas, e pra levantar os que estavam caídos.

No sonho, eu fiz minha opção. Na vida real também. E você? Vai ficar com a igreja da sala de estar, com a burguesia que tem cultos e festas maravilhosas e despreza os aflitos e pecadores ou vai pra cozinha, arregaçar as mangas e adorar a Deus ajudando os perdidos, os caídos, os órfãos, os pobres, as prostitutas?

Só para você lembrar, um dos pecados que levou Sodoma a juízo foi nunca amparar o pobre e o necessitado:
“Ora, foi esta a maldade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado. Elas se ensoberbeceram, e fizeram abominação diante de mim; pelo que, ao ver isso, tirei-as do seu lugar.”Ezequiel 16:49-50

"Mas quando você der uma festa, convide os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos"-Lucas 14:13

O verdadeiro pecado de Sodoma e Gomorra é não compartilhar, reter oque tem. É ser abençoada por Deus e usar oque Deus deu para pisar nos outros.

Há uma igreja sodomita emergindo em 2016: Eles sempre estiveram lá, mas agora são muitos, e porque são muitos, vão mostrar sua verdadeira face sodomita, e seu sorriso de dentes afiados, que escarnece do pobre, e seu ego inflado. 

1 - Os espancamentos teológicos, antes restritos a rodas de conversa ou debates em redes sociais, se tornarão congressos em verdadeiras arenas intelectuais para disputar quem tem mais conhecimentos num "ultimate fight" de fariseus. Nada disso reflete amor pela Palavra ou pelo conhecimento. Tudo é vaidade.

2 - Prosperidade para perdição. Como o ano é de justiça, serão muito prósperos, mas para agregar peso ao seu juízo, como as palavras de Pedro:  "O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro." (Atos 8:20)

3 - Luxo e Fome. 2016 é o ano da Fome. A fome de 2016 é esse tipo de fome mencionada em apocalipse 6:1-8, fome lado a lado com o luxo, a ostentação, com desejos egoístas. Há escassez, mas "não danifique o azeite e o vinho" (ap. 6:6), ou em outras palavras: há escassez, mas não toque nos meus artigos de luxo, "Não gaste o óleo precioso ungindo Jesus"(João 12:5). É o irmão no escuro porque não tem dinheiro pra pagar a conta de luz, e o irmão sodomita esbanjando em futilidade, cenas comuns em algumas igrejas, mas desta vez, em larga escala. "O irmão pode passar fome, mas eu não abro mão dos meus prazeres pra ajudar", "a comunidade está passando necessidades, vamos comprar um ar condicionado central para recebê-la". Lembre-se: larga escala. 


A justiça de Deus virá.

Em Cristo,
Lya Alves
(19/nov/2015)

Fé desgastada. Culto de quarta 18/NOV/2015




"Esqueceste-te da Rocha que te gerou; e em esquecimento puseste o Deus que te formou;" - Deuteronômio 32:18

"Por tudo dai graças..." (Efésios 5:20) este versículo é difícil de cumprir às vezes, estamos sujeitos ao chronos, ao tic-tac dos relógios, ao nosso calendário lunar... e o tempo desgasta nossa fé. É um processo natural, o livro de Provérbios 13:12 diz que "A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida", porém isso tem sido agravado em nosso século, hoje tudo é rápido demais, não temos tempo a perder, fast-food, internet, carros velozes, computadores, tudo que nos cerca é praticamente instantâneo, e isso tem nos roubado. 

Eu não sou um cara velho, eu cresci nos anos 80 e 90, a época em que as coisas começaram a acelerar de verdade, surgiram os primeiros computadores pessoais, a internet, que comparada a que temos hoje era uma lentidão interminável, às vezes 20 minutos ou mais pra uma página carregar por completo, atualmente se demorar 10 segundos já estamos reclamando do serviço lento que nossa operadora oferece. Os carros modernos chegam a 100 km/h em 3 segundos, alcançam 300km/h sem muito esforço, sinceramente não sei a utilidade disso, já que no Brasil o limite de velocidade é de 110 km/h... incoerências de nossa pressa.

Sou jovem, mas tenho saudade de um tempo que eu não vivi, onde nada disso existia. Um tempo onde a criação de Deus bastava, o que Ele havia criado era suficiente. Se alguém quisesse viajar pra algum lugar distante, ia a cavalo, e respeitava os limites do animal, parava pra descansar, comer, beber, dormir, ele tinha tempo pra isso. Nosso avanço tecnológico nos leva do Rio de Janeiro a Pernambuco em menos de 3h, e ainda reclamamos quando o voo atrasa 20 minutos, fazemos o trajeto trancados em um avião, a uma altura que não nos deixa ver nada além das nuvens, e ainda oferecem filmes pra não vermos o tempo passar. Afinal, não temos tempo a perder... Realmente, não temos tempo.

Um pé de jabuticaba leva de 10 a 15 anos pra crescer e frutificar, me admira não terem criado uma forma transgênica de ter jabuticaba em 2 meses. Daí você me diz: "Ah, André, mas 15 anos em 2 meses é melhor". Hum, sério? E as crianças crescendo, ouvindo sobre o pé de jabuticaba? Os pais brincando de balanço com os filhos na árvore? As pessoas sentadas a sombra? A alegria de ver a primeira fruta? "Mãe! O pé de jabuticaba deu flor!"... Não, comprar jabuticaba de um laboratório não é melhor.

O tempo desgasta a nossa fé, mas esse senso de urgência, que é imposto pra nós, faz isso ainda mais rápido, a falta de tempo nos rouba a fé. Veja o exemplo da jabuticaba, se um dia realmente inventarem uma que "frutifique"* em 2 meses, se chegar ao 3º mês sem produzir nada, vai ser destruído, por que está demorando demais; já a jabuticaba natural, vai chegar aos 10 anos, e se não der fruto? Calma, vamos esperar mais 5 anos. Quando entendemos o ritmo de Deus, aprendemos a ter tempo pra esperar.

Moisés cresceu no Egito, quando criança ouviu de como Deus escolheu ele pra libertar o povo da escravidão, quando foi pra casa de Faraó, aprendeu a ser guerreiro, foi ensinado nas artes da guerra, e 40 anos depois resolveu agir por conta própria, defendendo um hebreu acabou matando um egípcio; Deus então o leva pro deserto, mais 40 anos aprendendo a ser pastor de ovelhas. Quando enfim ele se torna um bom pastor, que larga as ovelhas pra buscar uma que se perde, aos 80 anos Moisés recebe o chamado pra ser o libertador que sua mãe falava quando criança. Entenda que não era como guerreiro que Moisés iria vencer as suas lutas, era como pastor. 80 anos foi o tempo da promessa de Deus até o começo do cumprimento dela, na vida de Moisés, ele volta ao Egito, faz o que tem que ser feito e vai para o deserto, mais 40 anos pro povo aprender a ser livre e a depender de Deus. Durante esse tempo Moisés foi grato a Deus por tudo, até que sua fé desgastou.

"E o Senhor falou a Moisés dizendo: Toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha, perante os seus olhos, e dará a sua água; assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber à congregação e aos seus animais.
Então Moisés tomou a vara de diante do Senhor, como lhe tinha ordenado.
E Moisés e Arão reuniram a congregação diante da rocha, e Moisés disse-lhes: Ouvi agora, rebeldes, porventura tiraremos água desta rocha para vós?
Então Moisés levantou a sua mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu muita água; e bebeu a congregação e os seus animais.
E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes tenho dado." - Números 20:7-12

Ironicamente, durante o tempo no deserto as roupas e calçados do povo não se desgastou, mas a paciência de Moisés sim. E foi algo simples, Deus mandou falar a rocha, e ele bateu, eu creio que o sentimento envolvido nessa ação deve ter sido muito ruim, pois Deus também tira o profeta da lista de quem entraria em Canaã. O tempo fez com que Moisés, naquele momento, esquecesse quem Deus era, a ferida na rocha foi um "Chega! Não aguento mais esse povo!". O milagre não deixou de acontecer, mas Deus não foi glorificado pela atitude de Moisés. O que importa não é a realização do milagre, mas a nossa postura quando o milagre chega. O povo não era satisfeito com nada que Deus dava, pensavam que o Egito era melhor, e isso pesou pra Moisés; o povo esquecia as maravilhas que Deus fazia todos os dias, e isso pesou pra Moisés; o povo não entendia o ritmo de Deus, e isso pesou pra Moisés.

Se a sua fé está desgastada pelo tempo, talvez tempo de mais, talvez as circunstâncias ruins estejam a sua volta, mentindo pra você, te dizendo pra desistir, se lembre de quem Deus É, Ele é a Rocha que te gerou e o Deus que te formou, entenda o tempo dEle, e o ritmo em que tudo vai acontecer. Seja grato por tudo, traga a memória as maravilhas que Deus já fez em sua vida, eu tenho certeza que são muitas, e se alegre no Deus da sua salvação. Não importa se o que Deus fez parece pequeno, comparado com o que Ele fez na vida de outra pessoa, maravilhoso é um dos nomes do nosso Pai, e isso é absoluto, não existe "mais maravilhosos", ou é maravilhosos ou não é... E Deus É! Não se deixe roubar pelas as coisas deste mundo louco, que pensa que acelerar é ganhar tempo, não. Não tenha pressa, respire, as coisas que Deus te dá, geram tempo pra você ficar com Ele, ficar em paz, se o que você tem te rouba esse tempo, não serve pra você.

Em Cristo
André Alves

Palavra profética: O Brasil está debaixo de juízo.


+NinhodasaguiasOrgem Google+

"Então tomaram a Jeremias, e o lançaram na cisterna de Malquias, filho do rei, que estava no átrio da guarda; e desceram a Jeremias com cordas; mas na cisterna não havia água, senão lama; e atolou-se Jeremias na lama." (Jeremias 38:6)

O capítulo 38 de Jeremias é fantástico. O povo tinha duas opções: se tornar súdito da Babilônia e evitar a invasão, servindo como vassalos ou tentar manter a independência aliando-se ao Egito para combater os caldeus (babilônicos). Jeremias defendia que o povo devia se submeter á Babilônia. Não era uma opinião política, era entendimento profético. Em Jeremias 2:13, está escrito: "Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." Aquela situação era juízo do Senhor. O povo virou as costas para Deus, "cavou" a cisterna de lama.
Oque é cisterna? É um poço, uma fonte de água. O povo cavou uma situação que provocou a ira de Deus. O rei, desorientado, atendeu aos apelos do povo para jogar Jeremias na cisterna. E aí vemos Jeremias caindo numa cisterna que não cavou, pelo "crime" de exercer seu ministério profético. O rei deveria recebê-lo como boca de Deus, mas não o fez. O resultado? No capítulo 39, o rei Zedequias é levado preso, vê seus filhos serem assassinados, todos os príncipes de Judá e toda a corte, e ainda tem os olhos vazados antes de ser levado cativo para a Babilônia. Se tivesse seguido o conselho de Jeremias, tudo isso teria sido evitado.
Vemos um eunuco etíope, uma pessoa improvável, para dar livramento a Jeremias na cisterna. É isso oque deus faz com seus servos: levanta pessoas improváveis para os tirar de cisternas que eles não cavaram, porque os servos de Deus não cavam cisternas rotas, mas se saciam na única fonte real de águas vivas, Jesus. Se te lançarem numa cisterna, e você for servo de Deus, o socorro virá de onde você nem imagina.

Mas em 07 de janeiro de 2014 eu postei esta arte profética, uma visão de um mar de lama saindo de Brasília. Quando Deus mostrou, eu pensei: "mais?" E Deus disse: "não é esse tipo de lama que você está acostumada a ver saindo de Brasília". Postei a foto com a seguinte legenda: "Você acha que já viu o máximo de sujeira jorrando de Brasília? Não, não, ainda nem começou. Agora é Deus quem vai fazer a faxina. Ore."

Bem, no dia 5 de novembro agora tivemos a tragédia em Mariana, MG. As barragens Fundão e Santarém da Samarco, cujos donos são a Vale e a anglo-australiana BHP, se romperam, despejando 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério e água. O distrito de Bento Rodrigues foi destruído e centenas de pessoas ficaram desabrigadas. A lama alcançou outros distritos de Mariana, como Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu e Pedras, além da cidade de Barra Longa. Os rejeitos no Rio Doce afetaram dezenas de cidades na Região Leste de Minas Gerais e no Espírito Santo.

Eu creio que era sobre esta tragédia que se tratava a visão. A cisterna rota em que Jeremias foi lançado hoje é Mariana. Temos em cena um Zedequias, uma autoridade arrogante e prepotente que atira o profeta na lama para a morte. Temos autoridades com sangue nas mãos. Deus está usando seus profetas para alertar o povo de que a invasão virá do Norte (leia aqui). O juízo vem! Nabucodonosor, o rei estrangeiro, se levantará e dominará o Brasil. Quando chegar este tempo, muitos irão pras ruas fazer campanhas contra a invasão estrangeira. Mas, assim como Jeremias, nós não nos calaremos: submeta-se a invasão estrangeira, Zedequias. Você cavou a cisterna, agora suporte o juízo de Deus!




À presidente Dilma, entregamos a palavra do Senhor:

MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM
Pesada foste na balança, e foste achada em falta. 
Contou Deus o teu reino, e o acabou. 

O Espírito de loucura agora agirá livremente sobre você. Você fará cada vez menos aparições públicas por causa da sua loucura. Acabou o teu governo. O Brasil está sob juízo de Deus.

Ao povo de Deus:
Alinhem-se com o Senhor até dezembro de 2015. 2016 é ano da justiça do Senhor. É ano de juízo, e Deus entregará os homens a suas próprias paixões como forma de juízo. Portanto, em 2016 a mão do homem estará em sua máxima potência para que aflore toda soberba e atuem sem freios e mostrem toda sua veia satânica dizendo que "não há Deus", pensando ser o "ano dos canalhas" pois tudo que fizerem prosperará. Então, quando o homem estiver no ápice, no cume mais alto da montanha, Deus os abaterá como um raio. Os servos do Senhor, porém estarão guardados e para estes, será um tempo de justiça, juízo e jubileu.

Em Cristo, com temor e tremor,
Lya Alves













Tempo de arar!


+NinhodasaguiasOrgem Google+
Receba nossas postagens em seu email:


Delivered by FeedBurner

No dia 15 de outubro após um período de oração, publicamos os 10 conselhos proféticos para 2016. Deus continua falando e em breve teremos mais detalhes para você. Os ventos de mudança continuam soprando. Em 2012 fizemos um post sobre o tempo de crise que você precisa ler para entender o atual momento da nação do ponto de vista espiritual. A Bíblia diz que "Sem visão o povo perece", por isso convidamos você a assinar nossa newsletter para receba nossas postagens em seu e-mail, assim você pode se preparar para se mover profeticamente no próximo ano.

O terceiro conselho profético para 2016 foi: Acelere!
Durante a oração, Deus falava sobre esse processo de aceleração através de Sofonias:

"O Senhor teu Deus, o poderoso, está no meio de ti, ele salvará; ele se deleitará em ti com alegria; calar-se-á por seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo. Os entristecidos por causa da reunião solene, congregarei; esses que são de ti e para os quais o opróbrio dela era um peso. Eis que naquele tempo procederei contra todos os que te afligem, e salvarei a que coxeia, e recolherei a que foi expulsa; e deles farei um louvor e um nome em toda a terra em que foram envergonhados. Naquele tempo vos farei voltar, naquele tempo vos recolherei; certamente farei de vós um nome e um louvor entre todos os povos da terra, quando fizer voltar os vossos cativos diante dos vossos olhos, diz o Senhor."
Sofonias 3:17-20

No versículo 17, o texto diz "Ele se calará por seu amor", a palavra usada é hecherish: calar, lavrar, tramar (tecer), arar a terra. Então Deus começou a falar:

"Eu vou arar a terra. Eu vou escavar sulcos para que sejam lançadas as sementes."

"Movimente-se mais ainda" foi o segundo conselho profético para o próximo ano. Em 2016 as bençãos virão pra quem está com a mão no arado pelo simples fato de que é onde Deus estará manifestando Sua Glória. 

Quero destacar alguns pontos de Sofonias 3:17-20 que mostram o que Deus quer fazer por você em 2016:

1 -Ele é poderoso para salvar.
Deus vai tecer as redes de relacionamento para que as sementes sejam ali depositadas. A colheita será abundante. É tempo de pôr em prática antigos projetos missionários que estavam engavetados e também de pedir projetos novos!

2 - Ele vai abrir caminhos para você.
Arado é um instrumento simples que serve para lavrar (arar) os campos, revolvendo a terra com o objetivo de descompactá-la e, assim, viabilizar um melhor desenvolvimento das raízes das plantas. Ele se destaca pela velocidade e eficiência em abrir sulcos na terra de modo que a semente possa ser lançada e a lavoura cultivada. Deus vai abrir caminhos para suas sementes.

3 - Ele vai arar a terra por seu amor.
Ele vai entrar no seu campo de trabalho, na sua área de atuação. Deus vai pôr a mão no arado com você e por você.

4 - Ele se regozijará em você.
2016 é um ano de alegrias. A alegria do Senhor é a nossa força. Se o Senhor estiver contente conosco, tudo irá bem, pois é um ano de receber aquilo oque plantamos.

5 - Ele quer honrar você.
"A quem tem honra, honra". Deus quer presentear você com honra. Permaneça na posição de receber seu galardão. 2015 foi um ano de batalhas do início ao fim, mas Deus viu quem andou sobre as águas e quem naufragou na fé. Deus quer honrar aqueles que perseveraram na fé e não pularam do barco quando tudo parecia afundar.

6 - Tempo de arar
Entenda: tempo de arar não é tempo de batalhar. É fundamental entender a diferença. O tempo estratégico é semelhante ao de Davi que estava trabalhando no campo quando seus pais foram visitados por Samuel. É o tempo semelhante ao tempo em que Pedro estava trabalhando na pesca quando Jesus passou pelo mar e o chamou. Deus vai tirar pessoas do lugar comum e colocá-las debaixo de holofotes. Por isso é preciso estar disponível e sensível ao chamado do Senhor. Jesus não costuma gritar para conceder honrarias.

7 - Velocidade e quantidade:
Para aqueles que já estão acelerando desde 2015 o Senhor tem mais:

"Está chegando o dia em que o trigo crescerá mais depressa do que poderá ser colhido, as parreiras produzirão uvas mais depressa do que se poderá fazer vinho. As parreiras produzirão tantas uvas, que o vinho vai correr à vontade, como um rio." - Amós 9:13 (NTLH)

Na ordem comum, é um tempo para lavrar a terra e outro para a colheita. Para os que já estão acelerando conforme a direção profética, suas bênçãos chegarão com tanta velocidade e com tanto volume, que você será "atropelado" pelas bençãos do Senhor.

Prepare-se! É tempo de arar! 
O braço forte do Senhor estará com você.

Em Cristo, 
Lya Alves.
(04 de novembro de 2015)