Fé desgastada. Culto de quarta 18/NOV/2015




"Esqueceste-te da Rocha que te gerou; e em esquecimento puseste o Deus que te formou;" - Deuteronômio 32:18

"Por tudo dai graças..." (Efésios 5:20) este versículo é difícil de cumprir às vezes, estamos sujeitos ao chronos, ao tic-tac dos relógios, ao nosso calendário lunar... e o tempo desgasta nossa fé. É um processo natural, o livro de Provérbios 13:12 diz que "A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida", porém isso tem sido agravado em nosso século, hoje tudo é rápido demais, não temos tempo a perder, fast-food, internet, carros velozes, computadores, tudo que nos cerca é praticamente instantâneo, e isso tem nos roubado. 

Eu não sou um cara velho, eu cresci nos anos 80 e 90, a época em que as coisas começaram a acelerar de verdade, surgiram os primeiros computadores pessoais, a internet, que comparada a que temos hoje era uma lentidão interminável, às vezes 20 minutos ou mais pra uma página carregar por completo, atualmente se demorar 10 segundos já estamos reclamando do serviço lento que nossa operadora oferece. Os carros modernos chegam a 100 km/h em 3 segundos, alcançam 300km/h sem muito esforço, sinceramente não sei a utilidade disso, já que no Brasil o limite de velocidade é de 110 km/h... incoerências de nossa pressa.

Sou jovem, mas tenho saudade de um tempo que eu não vivi, onde nada disso existia. Um tempo onde a criação de Deus bastava, o que Ele havia criado era suficiente. Se alguém quisesse viajar pra algum lugar distante, ia a cavalo, e respeitava os limites do animal, parava pra descansar, comer, beber, dormir, ele tinha tempo pra isso. Nosso avanço tecnológico nos leva do Rio de Janeiro a Pernambuco em menos de 3h, e ainda reclamamos quando o voo atrasa 20 minutos, fazemos o trajeto trancados em um avião, a uma altura que não nos deixa ver nada além das nuvens, e ainda oferecem filmes pra não vermos o tempo passar. Afinal, não temos tempo a perder... Realmente, não temos tempo.

Um pé de jabuticaba leva de 10 a 15 anos pra crescer e frutificar, me admira não terem criado uma forma transgênica de ter jabuticaba em 2 meses. Daí você me diz: "Ah, André, mas 15 anos em 2 meses é melhor". Hum, sério? E as crianças crescendo, ouvindo sobre o pé de jabuticaba? Os pais brincando de balanço com os filhos na árvore? As pessoas sentadas a sombra? A alegria de ver a primeira fruta? "Mãe! O pé de jabuticaba deu flor!"... Não, comprar jabuticaba de um laboratório não é melhor.

O tempo desgasta a nossa fé, mas esse senso de urgência, que é imposto pra nós, faz isso ainda mais rápido, a falta de tempo nos rouba a fé. Veja o exemplo da jabuticaba, se um dia realmente inventarem uma que "frutifique"* em 2 meses, se chegar ao 3º mês sem produzir nada, vai ser destruído, por que está demorando demais; já a jabuticaba natural, vai chegar aos 10 anos, e se não der fruto? Calma, vamos esperar mais 5 anos. Quando entendemos o ritmo de Deus, aprendemos a ter tempo pra esperar.

Moisés cresceu no Egito, quando criança ouviu de como Deus escolheu ele pra libertar o povo da escravidão, quando foi pra casa de Faraó, aprendeu a ser guerreiro, foi ensinado nas artes da guerra, e 40 anos depois resolveu agir por conta própria, defendendo um hebreu acabou matando um egípcio; Deus então o leva pro deserto, mais 40 anos aprendendo a ser pastor de ovelhas. Quando enfim ele se torna um bom pastor, que larga as ovelhas pra buscar uma que se perde, aos 80 anos Moisés recebe o chamado pra ser o libertador que sua mãe falava quando criança. Entenda que não era como guerreiro que Moisés iria vencer as suas lutas, era como pastor. 80 anos foi o tempo da promessa de Deus até o começo do cumprimento dela, na vida de Moisés, ele volta ao Egito, faz o que tem que ser feito e vai para o deserto, mais 40 anos pro povo aprender a ser livre e a depender de Deus. Durante esse tempo Moisés foi grato a Deus por tudo, até que sua fé desgastou.

"E o Senhor falou a Moisés dizendo: Toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha, perante os seus olhos, e dará a sua água; assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber à congregação e aos seus animais.
Então Moisés tomou a vara de diante do Senhor, como lhe tinha ordenado.
E Moisés e Arão reuniram a congregação diante da rocha, e Moisés disse-lhes: Ouvi agora, rebeldes, porventura tiraremos água desta rocha para vós?
Então Moisés levantou a sua mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu muita água; e bebeu a congregação e os seus animais.
E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes tenho dado." - Números 20:7-12

Ironicamente, durante o tempo no deserto as roupas e calçados do povo não se desgastou, mas a paciência de Moisés sim. E foi algo simples, Deus mandou falar a rocha, e ele bateu, eu creio que o sentimento envolvido nessa ação deve ter sido muito ruim, pois Deus também tira o profeta da lista de quem entraria em Canaã. O tempo fez com que Moisés, naquele momento, esquecesse quem Deus era, a ferida na rocha foi um "Chega! Não aguento mais esse povo!". O milagre não deixou de acontecer, mas Deus não foi glorificado pela atitude de Moisés. O que importa não é a realização do milagre, mas a nossa postura quando o milagre chega. O povo não era satisfeito com nada que Deus dava, pensavam que o Egito era melhor, e isso pesou pra Moisés; o povo esquecia as maravilhas que Deus fazia todos os dias, e isso pesou pra Moisés; o povo não entendia o ritmo de Deus, e isso pesou pra Moisés.

Se a sua fé está desgastada pelo tempo, talvez tempo de mais, talvez as circunstâncias ruins estejam a sua volta, mentindo pra você, te dizendo pra desistir, se lembre de quem Deus É, Ele é a Rocha que te gerou e o Deus que te formou, entenda o tempo dEle, e o ritmo em que tudo vai acontecer. Seja grato por tudo, traga a memória as maravilhas que Deus já fez em sua vida, eu tenho certeza que são muitas, e se alegre no Deus da sua salvação. Não importa se o que Deus fez parece pequeno, comparado com o que Ele fez na vida de outra pessoa, maravilhoso é um dos nomes do nosso Pai, e isso é absoluto, não existe "mais maravilhosos", ou é maravilhosos ou não é... E Deus É! Não se deixe roubar pelas as coisas deste mundo louco, que pensa que acelerar é ganhar tempo, não. Não tenha pressa, respire, as coisas que Deus te dá, geram tempo pra você ficar com Ele, ficar em paz, se o que você tem te rouba esse tempo, não serve pra você.

Em Cristo
André Alves