Para que sejais filhos - Ninho/ZULU 19/JAN/2016

+NinhodasaguiasOrgem Google+

Obadias 1:12-15

Mas tu não devias olhar com prazer para o dia de teu irmão, no dia do seu infortúnio; nem alegrar-te sobre os filhos de Judá, no dia da sua ruína; nem alargar a tua boca, no dia da angústia;
Nem entrar pela porta do meu povo, no dia da sua calamidade; sim, tu não devias olhar satisfeito o seu mal, no dia da sua calamidade; nem lançar mão dos seus bens, no dia da sua calamidade;
Nem parar nas encruzilhadas, para exterminares os que escapassem; nem entregar os que lhe restassem, no dia da angústia.
Porque o dia do Senhor está perto, sobre todos os gentios; como tu fizeste, assim se fará contigo; a tua recompensa voltará sobre a tua cabeça.


A nova versão internacional fala que “A maldade que você praticou recairá sobre você.”. Essa passagem é uma profecia de Obadias pra Edom, uma cidade muito bem localizada, ela tinha vantagem sobre as outras, por ficar num lugar mais seguro. Com isso Edom era arrogante, “estamos seguros, os outros que se virem”, mas como a gente sabe “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.” Provérbios 16:18 ensina isso pra gente. Edom e Judá, nem eram inimigos, eles eram primos, Edom é descendente de Esaú, e Judá descendente de Israel. Mas havia uma rivalidade por conta do que aconteceu entre seus pais, quando Jacó enganou Esaú; lá em Gênesis eles fazem as pazes, mas os filhos não levaram a trégua adiante, eles viviam se estranhando, e tinham conflitos e guerras. A gota d'água foi a felicidade de Edom, diante do sofrimento de Judá. Então esse é o motivo de Obadias profetizar assim pra Edom, mas o que isso tem a ver com a gente?

Infelizmente às vezes nos pegamos fazendo o mesmo que Edom, em relação aos nossos irmãos, ao nosso próximo… Principalmente quando esse irmão não nos trata como deveria, quando ele vê a gente passar na prova e não ajuda, a gente acaba achando que pode se vingar quando estiver na bênção, só que, apesar de fazerem músicas sobre isso, Jesus lidava com esse assunto de outra forma: “...Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;” Mateus 5:44

Jesus é demais, quando eu crescer quero ser igual a Ele, e você deveria querer também, até por que isso é mandamento “sejam meus imitadores”. Quer ser filho de Deus como Jesus é? Tem requisitos, desculpa, não é só “aceitar” Jesus, ser batizado e tomar ceia mensalmente, não, você tem que amar os seus inimigos, bendizer quem maldiz você, fazer bem pra quem te odeia, e orar por quem te maltrata e persegue. E não é orar pra Deus pesar a mão na vida dessas pessoas, é orar pra eles se converterem, serem bênçãos, serem discípulos de Jesus também, aí você vai ser um filho de Deus. Daí você pode estar pensando: “Pô, mas aí quem consegue ser filho de Deus, André?” Pois é, quem consegue? É uma boa pergunta.

Eu tô falando sobre ser imitador de Cristo, então o primeiro quesito a ser preenchido é ter o Espírito Santo de Cristo, não estou falando sobre saber que o Espírito Santo está aí dentro de você... "#soutemplodeDeus", não é isso, eu tô falando sobre ter um relacionamento com o Espírito Santo de Deus, que está dentro de você. É isso que Jesus tinha, um relacionamento com o Pai, através do Espírito, então a primeira coisa que precisamos imitar é esse relacionamento. Sem isso pode esquecer esse amor louco, que Jesus diz que a gente precisa ter pra ser filhos de Deus, por que esse amor é fruto do Espírito Santo, está no mesmo pacote do gozo, da paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Tudo isso só vem se você se relacionar com Deus através do Espírito Santo, não tem mágica, Deus não pega uma injeção de Amor e te aplica, "Pronto! A partir de agora você ama todo mundo…" Não é assim, “ame ao próximo como eu vos amei”, lembra que Jesus disse isso? Pois é a gente aprende a amar porque tem exemplo disso em Deus, através do Espírito Santo.

Quando Jesus disse que a gente PRECISA pedir o Espírito Santo ao Pai, Ele não está falando de um detalhe da vida com Deus. Ele estava falando da essência de tudo, Ele estava dizendo novamente, com outras palavras, que “sem Mim, nada podeis fazer”. Sem o Espírito Santo de Cristo, não podemos ser discípulos de Cristo, nem filhos de Deus, este é o princípio. Podemos até brincar e dizer que este é o “princípio das dores”, por que com o Espírito Santo podemos cumprir os requisitos que nos tornam filhos de Deus, podemos amar os nossos inimigos, bendizer quem nos maldiz, fazer bem pra quem nos odeia, e orar por quem nos maltrata e persegue, e se você parar pra pensar, essas coisas levaram Jesus e os primeiros apóstolos à morte, eles acabaram morrendo nas mãos de quem eles amaram. Os filhos de Deus tomam sua cruz e morrem. É uma morte literal? Em alguns lugares sim, na maioria não, graças a Deus, mas, se você for filho de Deus, o apedrejamento, a crucificação, a injustiça, a morte... em algum nível essas coisas vem. A promessa de Jesus não foi que teríamos uma vida gloriosa nessa terra, mas que aqueles que perdessem sua vida por amor a Ele, achariam a vida nEle. E isso vale tudo.

Precisamos saber quem somos em Deus, somos filhos dEle? Somos apenas servos? Quem é você no reino de Deus? Servos apenas trabalham para Deus, filhos tem o caráter do Pai. Às vezes a gente se acha muito, deveria ter um anjo com uma havaiana celestial pra vir de vez em quando, e dar umas solapadas na gente, “Você não é o último Chocoockie do pacote”... De vez em quando ficamos arando nossa própria vida, fingindo que não estamos vendo que ela é seca e estéril, e perdemos tempo semeando coisas que não vão dar frutos sadios, simplesmente por que o Espírito Santo não está na semeadura; semeamos o mal como Edom, e queremos colher o melhor dessa terra como Israel… 

Quem é você em Deus? Você consegue se enxergar? Tudo que eu sei é que você precisa do Espírito Santo pra ver isso de forma clara e sincera, então peça ao Espírito Santo pra te dar um relacionamento com o Pai, e se você já tiver um relacionamento com Deus, pergunte a Ele: “eu consigo me ver como Você me vê, Pai?”

Em Cristo,
André Alves.