Louvores

O Senhor tem agraciado o Ninho das Águias com composições, proporcionando aos adoradores do MPNDA, oferecerem hinos, salmos e cânticos espirituais espontâneos e proféticos. Conheça nossos louvores.

Graffiti Evangelista

Graffiti, intercessão, evangelismo e inclusão cultural: tudo isso é o Graffitti Evangelista, um encontro de graffiteiros organizado pelo Ninho das Águias. Quer levar o Graffiti Evangelista à sua comunidade? Saiba como.

Escola de Profetas Ninho das Águias

A EPNDA, busca maior compreensão da fé e da verdade revelada, associando a teologia ao sobrenatural. Além da teologia propriamente dita, a EPNDA investe no preparo prático para o sobrenatural, para a intimidade e comunhão diárias com Deus.

Guerreiros de Deus

A revista Guerreiros de Deus é um projeto idealizado por André Alves e Lya Alves. Admiradores de quadrinhos e sem opção de leitura diante das temáticas atuais, os dois profetas foram inspirados por Deus a criar esta saga de aventura... Saiba mais

Palavra

André e Lya, através da pregação do evangelho, têm preparado odres novos, para o receber o vinho novo, levando estes odres ao rompimento com o velho a fim de estabelecer um relacionamento íntimo, simples e diário com Deus.

Profecia

"Ao final de 2015 vocês estarão graduados em batalha, mas em todas elas vocês verão a Minha Glória", com esta palavra o Senhor encerrou o ano de 2014, abrindo um novo tempo no ano que seguiu. Saiba mais.

Bem aventurados os mansos Ninho/ICARAÍ [10/FEV/2016]

+NinhodasaguiasOrgem Google+


Esta é a quarta pregação da série de pregações sobre o sermão da Montanha. O sermão da montanha sintetiza os pensamentos mais profundos de Jesus sobre ser um cidadão do reino, sobre caráter cristão e espiritualidade. Por isso estamos dedicando nosso tempo a este estudo. 

Ah, antes de começar, quero fazer um rápido convite ao leitor: Ajude a manter este ministério de profetas e missionários comprando nossos livros, histórias em quadrinhos e CD's. Visite nossa loja e faça suas compras online, ou faça sua oferta através do pag Seguro. E, claro, receba nossas postagens com estudos e palavras proféticas assinando gratuitamente nossas newsletter aqui ao lado>>>>>>>>>>>>>>>> 

Hoje vamos falar sobre Mateus 5:5.


"Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra." - Mateus 5:5

Grande parte do ensino e da pregação de Jesus faz referência ao Antigo Testamento. Especialmente nas bem-aventuranças, bem como em todo o sermão do monte, o Senhor Jesus, não apenas cita textos do Antigo Testamento, mas também lhes dá uma explicação ampla e correta, ao contrário dos doutores da lei da sua época que, além de terem uma visão distorcida do AT, ainda acrescentavam suas regras e tradições. Jesus, com muita sabedoria, citou o AT em seu ensino e pregação, levando em consideração o contexto dos textos e relacionando-os com a situação atual em que se encontrava. Jesus quando fala da mansidão no sermão da montanha, cita o Salmo 37:11: "Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz". 

Se os mansos herdarão a terra,  precisamos entender oque é mansidão. Segundo algumas definições é "estado de espírito de alguém que tem controle e domínio sobre seu temperamento e atitudes", "brandura de gênio ou de índole; brandura na maneira de expressar-se", "é a força revestida de veludo", "doçura, suavidade". A palavra grega significa "leve, e por consequência, humilde", daí traduzimos como "manso".

No consenso geral pelo mundo afora, mansidão é um sinal de fraqueza. Entretanto o homem mais forte que passou pela terra, declarou de si mesmo: "...aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração..." (Mateus 11:29). 

Mas oque é ser manso conforme o ensinamento de cristo? A mansidão não é uma qualidade natural nossa, nem uma disposição que recebemos de berço. A disposição humana, aquela que nos vem de berço, é sempre rebelião. Mansidão só vem a nós como uma operação do Espírito Santo. Portanto, ser manso, conforme o ensino de Cristo, não é possuir um temperamento calmo ou tranquilo, (há pessoas que são calmas por natureza, mas não é a respeito delas que Jesus se refere na terceira bem-aventurança); ser manso também não significa ter falta de firmeza no caráter (Existem pessoas que chegam até mesmo a abrir mão de suas convicções para não criar problemas ou conflitos com outras pessoas); ter um caráter frágil não significa ser manso. Mansidão envolve autocontrole. Mas não é apenas ter controle numa situação específica; isto é domínio-próprio. É ter controle do próprio temperamento. Seja lá qual for o seu temperamento, você sempre pode ser mais leve. Mansidão envolve humildade. A humildade é reconhecer que é pecador diante de Deus. quando você entende que é pecador e que está salvo pela Graça, entende também que não pode exigir nada dos outros. Se não podemos mais fazer cobranças, que nos resta? Humildade. Porque cobrar de alguém tão imperfeito como eu? Hoje alguém me fere com suas imperfeições, amanhã, se não vigiar,  serei eu ferindo outra pessoa. Ou ontem. Quem nunca feriu ou ofendeu alguém atire a primeira pedra. Entendendo isso, podemos "abaixar as armas".

Pra entender que tipo de mansidão Jesus estava falando, temos que ler o texto que ele estava citando, o Salmo 37, que define o conceito de "manso".

Se você tem dificuldades com a mansidão, persevere: Pedro foi um discípulo que  custou a aprender sobre mansidão, mas Jesus é o Mestre dos mestres. Veja as palavras de Pedro falando sobre Jesus: "Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos. (...). Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça."- 1 Pedro 2:21-23

Estamos numa época onde todo mundo se ofende com tudo. É como diz a frase: "daqui a um tempo, ninguém vai mais poder sorrir para não ofender os desdentados". A ofensa é certamente a mais corriqueira arma que o diabo usa para tirar o cristão da sua paz. Porque é muito simples jogar uma ofensa em cima de alguém e essa pessoa se encher de sua justiça-própria e ficar ofendida. Mas e quando a ofensa é opressão demoníaca? Se um espírito lança uma opressão na forma de pensamentos como "você deve se matar", a pessoa  estranha e reage, se esse tipo de pensamento nunca passou pela cabeça dela. Mas se o espírito joga uma avalanche de pensamentos como "estou ofendido por tal razão", a pessoa não percebe. E aquela opressão vai tomando lugar, e cada vez mais a pessoa vai ficando ofendida. Às vezes, a pessoa foi mesmo desrespeitada, injustiçada e aí o demônio tem um prato feito pra se alimentar. Porque o demônio se alimenta da carnalidade humana. Esse senso de justiça-própria não tem nada a ver com a justiça de Deus, por isso Jesus insiste na cruz, insiste em não reivindicar seus direitos. Estamos numa época que está crescendo a militância dos grupos sociais, das minorias, das maiorias, dos que se sentem oprimidos, injustiçados. Você abre o Facebook e o dia inteiro tem gente reivindicando o direito de ficar ofendido. Duvido que o inferno não tenha percebido que ele pode praticar controle mental em massa dessa forma. Muito cuidado com essas ondas de ofensa, elas não vem de Deus, elas vem direto do inferno. Um homem morto não reivindica seus direitos.

Abraão, um homem manso.


No Antigo Testamento quando os pastores de Abraão e os de seu sobrinho Ló, desentenderam-se na disputa pelas melhores pastagens para os rebanhos, o patriarca sugere que, para não haver contendas, deviam separar-se; dando a Ló a oportunidade de escolher primeiro qual a direção que gostaria de tomar: "se fores para a direita irei para a es­querda" (Gn 13.7-12). Ló escolheu as verdejantes pastagens das campinas do Jordão, ("toda bem regada como o jardim do Senhor") deixando para seu tio as áridas regiões montanhosas. Foi um ato de generosidade? Certamente veio de um coração generoso, mas Abraão entendia que o problema não era a disputa das terras, mas a contenda. Por isso, sem murmurar, sem reclamar, simplesmente foi habitar na terra de Canaã. Isso é mansidão.

O apóstolo Paulo tinha o mesmo ponto de vista, na carta a igreja de Corinto, ele comenta sobre um problema entre irmãos: "O fato de haver litígios entre vocês já significa uma completa derrota. Por que não preferem sofrer a injustiça? Por que não preferem sofrer o prejuízo? Em vez disso vocês mesmos causam injustiças e prejuízos, e isso contra irmãos!" - 1 Coríntios 6: 7-8, na opinião de Paulo, a falta de mansidão dos irmãos alimentou uma contenda que virou um litígio que se tornou injustiça. Por isso a mansidão é uma característica tão essencial ao cristão, porque ela preserva a justiça.

Sobre herdar a terra:


A maioria dos comentaristas afirma que "herdar a terra" poderia ser traduzido por "herdar o país" (e não o planeta terra). Parece que esta era uma expressão proverbial judaica que se referia a herança prometida da terra (o país) de Canaã, que foi prevista durante tanto tempo pelos patriarcas, e que era considerada como a bênção máxima de Deus ao seu povo. Este tipo de emprego da frase é encontrado quatro vezes no Salmo 37:9,11,22 e 29 e também em Isaías 60:21: " E todos os do teu povo serão justos, para sempre herdarão a terra". Biblicamente, Canaã é "sombra do céu". Lembrando que Jesus orou para "Venha o teu reino", então podemos entender que "a terra" é esta terra aqui, após o julgamento. Paz sempre será a recompensa dos mansos. Mas quando o Senhor voltar, os mansos herdarão também a terra e reinarão com Senhor. 

Hoje recomendo que você aplique um dos princípios mais básicos da vida cristã, que é a mansidão, te exorto a ser firme, a ter força que vem da mansidão (vamos precisar disso nos próximos anos, no Brasil). Então, citando o salmo 37(1-5),  te convido a:
  1. Não se aborrecer por causa dos homens maus; e não ter inveja dos perversos;
  2. Confiar no Senhor e fazer o bem; 
  3. Deleite-se no Senhor;
  4. e por fim, te convido a entregar todos os teus caminhos ao Senhor e a confiar nele, porque  
  5. DEUS ESTÁ AGINDO A SEU FAVOR.
Em Cristo,
Lya Alves

Leia mais Palavras Proféticas.
Compre o Livro: "Babilônia, a prostituta sagrada", de Lya Alves

Slackline de Cristo - Ninho/ZULU [08/MAR/2016]

+NinhodasaguiasOrgem Google+
"O caminho do culpado é tortuoso, mas a conduta do inocente é reta."
Provérbios 21:8

Ontem à noite eu estava meditando sobre retidão, sobre como é difícil se manter impecável, é uma luta ferrenha. A Bíblia fala que a carne briga com o Espírito o tempo todo, se tem a ideia de que são dois indivíduos lutando, mas a impressão que eu tenho é de que fica o exército da carne de um lado e o exército do Espírito do outro, se digladiando, se batendo, se esforçando pra puxar nossa alma pro seu lado. Ficamos nesse meio aí.

Como lemos em provérbios a conduta do inocente é reta, e esse é o segredo pra retidão, a inocência, quando nos mantemos inocente diante das coisas, a retidão se torna natural, uma prática natural, não temos que ficar com rodeios pra esconder a culpa, podemos ser retos. Eu sempre falo que quando Jesus disse que é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida [Mateus 7:14] eu penso que o caminho vai apertando até ficar estreito como a porta. Por que nós viemos cheio de bagagem, problemas pra resolver, vícios pra curar e Ele nos aceita assim mesmo, e à medida que andamos, vamos nos livrando dessas coisas. Nós vamos até que o caminho aperta muito, ficamos como quem está numa corda bamba, andando se equilibrando pra não cair, com medo de cair; o que é muito natural, saímos de uma prática de vida totalmente diferente do que é santo, pra começar a ser santificados pelo Espírito Santo, é normal ficar tenso diante de algumas situações que mexem conosco ainda, mas é só por um tempo.

Com mais maturidade perdemos o medo de cair, aprendemos a andar na corda bamba, até gostamos. A retidão, é mais divertida, mais simples. Uma espécie de slackline como estilo de vida. É interessante, o slackline é um esporte simples, uma corda entre dois pontos, mas muito desafiador, aliás esse é o objetivo da brincadeira, se superar a cada tentativa, se equilibrar por mais tempo a cada vez, é claro que sempre caem, mas se manter de pé é o objetivo, então se levantam, sacodem a areia do pé, pra não escorregar de novo, e vão tentar ficar mais tempo dessa vez… Nossa caminhada com Cristo é da mesma forma; em nosso “slackline espiritual” temos o desafio de superar nossos limites a cada nova tentativa de permanecer de pé, santo e reto. Até que alguma coisa interna ou externa, nos tira do eixo, e caímos, e nos sujamos de areia, às vezes ralamos um pouco em algum lugar, e é nessa hora que precisamos da mesma motivação de quem pratica o slackline, se manter de pé na “fita estreita” é o objetivo. Quando pecamos, e  nos esborrachamos no chão, precisamos ter fé pra crer no perdão e na graça maravilhosa de Deus, e ter a ousadia de chegar diante dEle e falar: “perdão, Pai. Me ajuda a subir na corda de novo? Vou tentar ficar mais tempo dessa vez.”

A medida que se anda no slackline, o praticante ganha confiança, e começa a arriscar manobras mais arrojadas, mais desafiadoras, e claro, vai cair, mas não desiste até conseguir realizar a manobra e permanecer de pé, e evoluir pro próximo movimento. Como precisamos desse entendimento diante das circunstâncias que se apresentam em nossa vida. Nos ajude, Senhor.

Andar no caminho estreito é um desafio que precisa ser encarado como motivação; uma forma de vencer nossas próprias limitações carnais a cada dia. Se você ainda não entende a simplicidade que tem uma vida reta, talvez te falte maturidade, e um dia você vai perceber isso, você vai perceber que uma vida de retidão é melhor, mais gratificante, até lá, pratique o seu “slackline espiritual” e tente se superar a cada dia, mesmo que você ainda goste de se jogar na areia, de vez em quando, pulando de cima da fita estreita de propósito, por que acha que é bom e divertido se ralar um pouco na areia; só faz isso quem ainda não entendeu as regras do jogo, a ideia é não cair do caminho estreito… O cair deve permanecer na condição de acidente.


Que o Espírito Santo ministre o nosso coração, e nos mostre como é gratificante superar limites cada vez maiores em nós mesmos; e que ele nos ensine as “técnicas pra nos manter de pé” no caminho estreito. Não sei vocês mas eu preciso melhorar meus movimentos ainda.

Buscando um alinhamento mais refinado,
Missionário André Alves

Campanha: 40 dias subjugando a carne


+NinhodasaguiasOrgem Google+

No dia 24 de março de 2016 começaremos a campanha: "40 dias subjugando a carne", neste tempo estaremos buscando a Deus, a fim de sermos confrontados e tratados pelo Espírito Santo, naquilo que ainda precisa ser acertado. Se você, assim como nós, também tem fome de Deus, e quer sempre colocar sua carne no lugar que ela merece estar, venha, e traga um(a) amigo(a) também disposto a crucificar a carne.

Em Cristo
Missionário André Alves