A segurança da Presença de Deus



Confiar em Deus é algo simples de entender, mas às vezes não é tão simples de praticar. Principalmente quando à nossa volta só existe sequidão e desertos; de repente nem em nossa própria vida, mas na vida daqueles que amamos e queremos o melhor. Nossa alma se aflige, e aquilo que eu sempre falo, de que “não existe nada mais fácil do que não fazer nada”, já não é tão fácil assim, pois nos vemos obrigados a agir, devido a inquietação de nossa alma, e nossa alma não costuma ter as melhores ideias.
Hoje vamos pautar alguns pontos sobre a importância de confiar em Deus, em todas as questões de nossa vida, e da vida daqueles que amamos. Às vezes é só o que nos resta fazer, confiar que Deus está ciente de tudo e no controle das coisas. Que o Espírito de conselho e fortaleza repouse sobre nossa alma.
Salmos 91:1-9
Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel (escudo pequeno).
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

HABITAR EM DEUS

O que nos traz segurança nesse mundo mal, é estar na presença de Deus, permanecer nEle sem se desviar pra direita ou pra esquerda, é literalmente se esconder em Deus. Estar escondido em Deus é uma decisão que envolve fé e confiança de que Ele vai fazer as coisas; não o que queremos, mas a sua vontade, precisamos confiar na verdade que diz que essa vontade é boa, perfeita e agradável; às vezes parece que não é, mas a vontade de Deus se parece com o banho frio em bebê; quando o dia está quente, o banho frio é gostosinho, agradável, perfeito pra relaxar, o bebê brinca feliz da vida na água por horas, se você deixar, ninguém questiona isso; mas quando está frio… você pensa 10 vezes antes de dar banho frio no bebê, mas mesmo no inverno, o banho frio é bom e perfeito, embora não pareça muito agradável, o banho tem que ser rapidinho, em 5 minutos você lava a criança toda e corre pra secar e enrolar ela numa toalha em volta.

Sair da presença de Deus, às vezes, é como o banho quente em criança no inverno: não é bom, nem perfeito, mas como parece agradável você dá, e a criança fica feliz da vida na água quentinha, e tem mãe/pai que pensa que criança é Nhoque, que se coloca na água quente e tem que esperar subir pra tirar, mas não é assim. O banho acaba e ela fica doente… O que vale mais: 5 minutos, tremendo de frio, ou 1 ou 2 semanas, doente e correndo risco de ficar pior, tomando remédio e fazendo nebulização no hospital? Não tem que pensar muito.

Permanecer escondido em Deus pode não parecer agradável de vez em quando, mas é a forma mais segura de se viver. “Creiam no Senhor seu Deus, e estarão seguros; creiam nos profetas dEle, e prosperarão;” bem disse Josafá em (2 Crônicas 20:20). Como lemos, habitar em Deus permite que Ele nos livre dos laços do passarinheiro, de pestes, permite que Ele seja nosso escudo, e isso traz uma paz tremenda, você não teme notícias ruins, por que seu coração permanece firme,  confiando no Senhor (Salmos 112:4-8).

- Ok, entendi, André, por mim tudo bem… Mas e quando a treta é com alguém que eu amo?

Vamos ver.

CONFIAR EM DEUS

Quando o problema é com alguém que você ama, provavelmente é mais angustiante do que quando é contigo, você não sabe o que se passa na cabeça da pessoa, que decisão ele vai tomar, se as escolhas dela vão ser boas, perfeitas e agradáveis, ou seja, dentro da vontade de Deus, e sua alma acaba se atribulando com isso; principalmente quando a pessoa já está fora dos caminhos do Senhor, dificilmente as decisões dela serão recheadas de sabedoria.

Provérbios 18:14 diz que “O espírito do homem o sustentará na sua enfermidade, mas ao espírito abatido, quem o suportará?”; nosso espírito é um ser fantástico, um só com Deus, perfeito, está pronto pra voltar pra casa; em espírito podemos andar com Deus, conhecer seus pensamentos, nosso espírito recebeu poder pra operar os milagres de Deus; como um ser assim pode se abater?

Quando sua alma “cresce”, ela abafa a voz do seu espírito, e se você não controlar suas emoções, corre o risco de se desviar e se afastar do centro da vontade de Deus; geralmente é o que acontece com quem se desvia, alguma coisa desestabiliza suas emoções e ela para de ouvir o espírito; seu espírito fica, então, abatido pela alma.

O que fazer? Siga o conselho de Jesus: Não perturbe o seu coração; creia em Deus, e creia nEle também (João 14:1). Só quem pode reavivar a fé e o espírito de alguém, é Cristo, seu papel é ajudar essa pessoa em oração, intercedendo por ela.

Não pense que se afastar da presença de Deus pra “se aproximar” de alguém afastado de Deus, vai te ajudar a trazer ela pro caminho, por que não vai. É mais fácil você se perder fazendo isso, do que converter o perdido. É como uma marquise num dia de chuva, se você sair da marquise pra buscar alguém que está se molhando, vai se molhar e se sujar também, porém o mundo não é suave como uma chuva de verão, e você vai se machucar nessa “brincadeira”.

Quanto mais você estiver firme na presença de Deus, envolvida com as coisas dEle, mais você vai poder ajudar, pois sua fé será consistente e suas orações poderosas diante do Senhor. Aquieta o seu coração e permanece na posição de filho(a) do Deus Altíssimo.




CONCLUSÃO

Pra concluir, nossa alma deve esperar somente em Deus, porque dele vem a nossa esperança. Só Ele é a nossa rocha e a nossa salvação; Ele é a nossa defesa; não seremos abalados. Em Deus está a nossa salvação e a nossa glória; a rocha da nossa fortaleza, e o nosso refúgio estão em Deus. Então Confie nele, em todos os tempos; derrame perante ele o seu coração. Deus é o nosso refúgio (Salmos 62:5-8). O desespero pode querer te obrigar a agir com base no que grita a sua alma, mas se controle, e pense com a mente de Cristo, use seu espírito pra tomar decisões; se mova se o Espírito Santo se mover, se Ele ficar parado, fique imóvel. O Espírito Santo é como uma nuvem num dia muito quente: se ela se move e você fica parado, você torra no sol; se você se move sem que ela saia do lugar, você torra no sol; e assim como uma nuvem não é controlada por você, assim o Espírito Santo é independente, cabe a nós acompanhá-lo pra onde ele for pra permanecer à sombra do Onipotente.

Escondido nEle,
Profeta André Alves