Louvores

O Senhor tem agraciado o Ninho das Águias com composições, proporcionando aos adoradores do MPNDA, oferecerem hinos, salmos e cânticos espirituais espontâneos e proféticos. Conheça nossos louvores.

Graffiti Evangelista

Graffiti, intercessão, evangelismo e inclusão cultural: tudo isso é o Graffitti Evangelista, um encontro de graffiteiros organizado pelo Ninho das Águias. Quer levar o Graffiti Evangelista à sua comunidade? Saiba como.

Escola de Profetas Ninho das Águias

A EPNDA, busca maior compreensão da fé e da verdade revelada, associando a teologia ao sobrenatural. Além da teologia propriamente dita, a EPNDA investe no preparo prático para o sobrenatural, para a intimidade e comunhão diárias com Deus.

Guerreiros de Deus

A revista Guerreiros de Deus é um projeto idealizado por André Alves e Lya Alves. Admiradores de quadrinhos e sem opção de leitura diante das temáticas atuais, os dois profetas foram inspirados por Deus a criar esta saga de aventura... Saiba mais

Palavra

André e Lya, através da pregação do evangelho, têm preparado odres novos, para o receber o vinho novo, levando estes odres ao rompimento com o velho a fim de estabelecer um relacionamento íntimo, simples e diário com Deus.

Profecia

"Ao final de 2015 vocês estarão graduados em batalha, mas em todas elas vocês verão a Minha Glória", com esta palavra o Senhor encerrou o ano de 2014, abrindo um novo tempo no ano que seguiu. Saiba mais.

Tesouros da glória. Parte 6 – Vida em abundância



“O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” (João 10:10)

“Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor; Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude” (2 Pedro 1:2,3)


Na nossa série de estudos sobre os Tesouros da Glória vamos falar sobre: a vida, o bem mais precioso que podemos ter.

Vida
Jesus disse que veio para nos dar vida em abundância. Mas que tipo de vida seria? Que tipo de vida você acha que Jesus estava falando? Você acha que Jesus veio para te dar carros, iates, mansões em Beverly Hills e jatinhos? Ou acha que Jesus veio para te dar conforto emocional? Veja bem, não é um problema ter todas estas coisas, o problema é você achar que Cristo veio ao mundo para nos dar estas coisas. Jesus veio para nos dar vida em abundância. Que tipo de vida? Em grego temos pelo menos 3 palavras pra vida: Psichê (vida da alma, o ego), Bios (vida física, material) e Zoé (vida de Deus). “Zoé” vem do grego e significa “vida”, é a vida como Deus tem, é a própria vida de Deus. E é desta vida que Jesus estava falando. Carro, mansão, luxo, riquezas, jatinho, isso é bios. Jesus não morreu e ressuscitou para te dar BIOS. Conforto emocional faz parte da operação de cura e restauração dos planos de Deus. Devemos lembrar que Ele cura nossas feridas e o Espírito Santo é nosso consolador. Mas devemos ficar atentos a armadilhas emocionais. Podemos ser facilmente manipulados por meio das emoções. Se sua vida espiritual está sempre girando em torno das suas emoções, há algo errado. Existem etapas de cura e libertação, mas uma vida espiritual não pode ser centrada nas emoções nem no que parece oposto, o racionalismo, pois esses dois aspectos humanos estão dentro do contexto da PSIQUÊ. Desconfie de pregações que apelam muito para as emoções, ou para o racionalismo, no final, ambas estão apelando para sua carne. Uma igreja orientada para emoções ou racionalismo está sendo orientada para uma vida carnal, e vai ficar privada de vida espiritual consistente. Uma igreja com predominância de sermões sobre necessidades físicas (casa, trabalho, dinheiro, “bençãos”) vai ficar privada de um olhar espiritual, porque está focada na BIOS. Então seja sincero com você mesmo. Oque você está buscando através da sua vida espiritual? Solução para os seus problemas? Dinheiro? Alívio emocional? Bençãos? Querido leitor, dinheiro você trabalha para conseguir; equilíbrio emocional você consegue aplicando a palavra, cortando na carne seus rompantes; e bençãos você consegue quando faz oque Deus manda e aprende a ter uma visão de mundo espiritual, pois as bençãos já foram dadas quando você se converteu (Leia nosso texto sobre bençãos).
Qual o prejuízo que temos quando buscamos a vida BIOS, ou a vida PSIQUE? Quando tentamos ganhar estas vidas, perdemos a alma. É oque Jesus diz em Marcos 8:35: 

“Pois quem quiser salvar a sua vida (Psiquê), perdê-la-á; mas quem perder a sua vida(Psiquê) por amor de mim e do evangelho, salvá-la-á.”

Não tente ganhar ou salvar sua alma, fuja de lugares onde é pregado que você deve salvar sua alma, ou pregações sobre os cuidados da vida (“Bio”, “bioticos”, relativos a presente existência) os quais Jesus tanto criticou:

“E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida (bioticos), e venha sobre vós de improviso aquele dia.” (Lucas 21.34)

O conselho de jesus foi fugir destas coisas. Em João 10:10, nosso texto-base, Jesus fala que o ladrão não vem para outra coisa senão roubar, matar e destruir. Por conta de tradições de interpretação, usamos esse texto sempre aplicado ao diabo, mas Jesus estava se referindo a maus pastores. O mau pastor não vem pra outra coisa senão roubar, matar e destruir sua vida. Ele não vem para abençoar momentaneamente. Há muitas pessoas que se sujeitam a liderança de maus pastores porque estão aprisionadas pelo espírito religioso e pelo medo, porque aprenderam que “fora da igreja X” não há salvação. Mas isto não é verdade. A salvação vem pela fé em Cristo ressuscitado. 

A Bíblia é clara. Você não precisa conhecer grego ou hebraico para interpretá-la, embora seja muito importante conhecer o texto nesses idiomas. Se você anda buscando os cuidados da vida, tentando ganhar sua alma, está indo por um caminho muito ruim. Jesus veio ao mundo para nos dar a ZOÉ, a vida de Deus.



Vida Eterna ou Perpétua?
“E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida(zoé) eterna (aionion); e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.” (1 João 5:11,12)

Um dos problemas de entendimento quanto à vida eterna é que assimilamos “eterna” como se fosse “perpétua”, mas são coisas diferentes. Perpétuo é oque tem início mas não tem fim. Eterno é oque não tem início nem fim. A vida que Jesus nos dá é aionion: eterna, sem princípio nem fim, assim como a vida de Deus. Pense nisso nas implicações disso. Quando entrarmos na Era da Glória, vamos finalmente ter acesso a eternidade. Quando João diz que o Cordeiro foi morto desde a fundação do mundo, é porque Deus já tinha planejado você desde antes da fundação do mundo, então você já existia com Deus, na mente de Deus. Você vai ter acesso as “coisas inefáveis” que Paulo falava. É absoluta novidade de vida. 

Através do espelho: 
No momento, nós nos definimos pela psiquê. Essa pessoa que você pensa que é, seu ego, seu “eu”, é apenas o reflexo da sua alma. Acontece que esse reflexo é parte de você. E você sabe que quando definimos o todo pela parte cometemos um erro. Seria como tentar definir todo o Brasil por Niterói. Imagine um estrangeiro que visita um bairro em Niterói e acredita que conheceu todo o país. É isso oque fazemos, por isso, vivemos no engano.
Vejamos esse processo: uma criança quando nasce não tem consciência de si nem do seu corpo. Entre os 6 e os 18 meses, ainda sem coordenação motora, vai ganhando consciência do corpo. Jacques Lacan, um dos principais teóricos da psicanálise, conterrâneo de Freud, criou uma teoria psicanalítica (teoria não é lei, lembrem disso) de que a criança percebe sua identidade (psique) assim como percebe seu corpo no espelho. Essa fase é a fase matriz do nascimento do ego. O espelho é “o outro”, geralmente, os pais da criança, que refletem a existencia do “eu” da criança. Então a criança começa a formar seu “ego”, a partir de informações exteriores. Sua personalidade hoje é apenas uma construção de imagens criadas por seus pais e outras influências desde a infância. Mas como essas memórias são muito fortes,  pensamos que são elementos reais, quando na verdade, são apenas construções. Nosso cérebro cria sentido em coisas que não fazem sentido, como naquela brincadeira de “ligar os pontinhos”. Recebemos várias informações sobre nós e as agrupamos de modo a dar um sentido e então construímos nosso “eu” a partir de reflexos da nossa alma, que aparecem em espelhos embaçados que são as outras pessoas.
Para Lacan, o “eu” é  a imagem no espelho, que nos aliena de nós mesmos, visto que é apenas um reflexo e não é real, mas é uma construção. Quando tomamos o reflexo pelo real, nos alienamos da coisa real. Por outro lado, sem essa construção, não existimos como indivíduos. Então Lacan deixou para nós a pergunta:”Oque há do outro lado do espelho?” - esse tema foi abordado diversas vezes na literatura, na arte e no cinema: Lewis Carrol abordou isso em Alice no País das Maravilhas (Alice atravessa o espelho e encontra um mundo sem sentido), no cinema essa teoria foi abordada em Matrix, na cena do espelho. O Neo é o herói,e o escolhido e porque é “o escolhido”, tem coragem de fazer coisas que as outras pessoas não tem, como olhar através do espelho e ir até o fundo até achar as respostas. Lacan responde essa questão dizendo que “oque há do outro lado do espelho”, ou seja, “antes do eu”, é um imenso vazio, uma imensa falta, um buraco, o tão temido “Nada”, também abordado no filme “História sem fim”. Nesse filme genial, o “Nada” consumia tudo.

Tesouro em Vasos de barro: 
A teoria de Lacan é muito interessante quando comparamos com a Bíblia. Lacan não era cristão, mas há num ponto em comum: os profetas do Antigo testamento e apóstolos do Novo testamento nos comparam a vasos vazios. Paulo, em especial, usa a expressão “temos este tesouro em vasos de barro”, ou seja, Paulo afirmava que somos vazios. Também é interessante o processo de formação do “eu”. Olhamos para nossa imagem e criamos uma personalidade e tomamos isso por real. Acontece que nada faz sentido na nossa personalidade porque ela não é real. Nós é que criamos sentido para os recortes que ajuntamos. Nosso eu simplesmente não existe. Por isso Jesus é tão duro quando tem que falar da vida da alma: ela tem que morrer. Você pode ter duas certezas na vida: uma é que você vai morrer um dia. A outra, é que você não é quem você pensa que é. Isto é libertador, porque você pode recriar a sua personalidade olhando para uma imagem melhor: Jesus, que é a expressão exata do Pai. Você precisa deixar morrer seu ego, suas vontades, emoções, achismos, racionalismos, para dar lugar a vida de Deus (Zoé), e, dando lugar a vida de Deus, recriar sua identidade à imagem e semelhança de Deus, oque foi perdido no jardim do Éden. Um cristão não pode se apegar a sua alma, às suas manias e ao seu “jeito de ser”. Uma vez convertido, o cristão começa o processo de transformação da personalidade, um processo interno onde ele precisa contemplar o Senhor para assimilar sua personalidade e caráter, dando mais lugar ao Espírito Santo. Por isso é tão importante a adoração contemplativa, (onde o cristão simplesmente contempla a “beleza da santidade” do Senhor), assim como manter os olhos fixos no Senhor. E esse processo envolve esforço. 

No pain, no Gain
Nossos Senhor Jesus é o Mestre dos Mestres, e está sempre nos conduzindo ao local onde melhor vamos nos usar nosso potencial ainda desconhecido. Isso pode ser doloroso. A vida cristã não é fácil. Eu gosto muito de observar os treinos de fisiculturistas. No treino de hipertrofia, que é o treino onde se ganha massa muscular a fim de superar uma carga, os músculos aumenta de tamanho, e em consequência o atleta fica mais forte. Mas, com o passar do tempo, e com a modificação do corpo, a carga antiga não é um estímulo tão forte assim, e há uma estagnação no treino. Para que o atleta possa conseguir mais massa muscular após essa adaptação e sair da fase de estagnação, precisa de novos desafios e novas cargas mais pesadas, e ele passa a treinar até a falha muscular, onde o músculo é levado á contração máxima, visando a exaustão máxima do músculo trabalhado. Jesus é como a figura de um personal trainer, que fortalece nosso espírito( Efésios 6:10), e para o espírito vale a mesma premissa do treino de hipertrofia: “NO PAIN, NO GAIN”. Sem dor, não há ganho espiritual. Pra que aumentar as potencialidades do seu espírito? Seu espírito está pronto e é perfeito, mas a carne é fraca para as coisas do espírito. Então você precisa de um treino onde sua alma fique enfraquecida e abatida, para que possa ser vencida e ofereça menos resistência às coisas espirituais, deixando o caminho livre para a vida de Deus em você. Por isso Paulo dizia: “quando estou fraco, então é que sou forte”. O cristão precisa entender que a vida espiritual é limitada pela carne. Somos um espírito livre e infinito preso num corpo finito e acostumado a escravidão. A vida cristã é uma vida de desafios cada vez maiores, assim como caminho cada vez mais estreito.

Ilusões: 
Agora pense: se você não conhece nem a si mesmo, como pode conhecer os outros que também não conhecem a si próprios? É inevitável que venham as desilusões. Oque são desilusões? É quando as ilusões se desfazem. Deveríamos ficar felizes por isso, deveríamos glorificar a Deus por isso. Mas ficamos tristes quando desiludimos porque criamos uma ilusão a respeito de uma pessoa. Sempre damos a desculpa que foi “o outro” que mentiu, que fingiu, que se disfarçou, que falsificou caráter, que enganou. Se isso fosse verdade, ficaríamos felizes quando a verdade aparece. Mas ficamos tristes porque construímos a ilusão junto com a pessoa e mentimos junto com ela. As ilusões que te enganaram foram construção sua também. Você se viu naquele cenário de ficção, naquela situação fictícia, você se viu ali, projetou seu futuro, fez planos e  foi co-autor da história. Se fossemos espirituais, a cada desilusão estaríamos comemorando porque uma mentira caiu por terrra. Sendo assim, que venham as desilusões! Caia por terra tudo oque é mentira, tudo oque é engano! Crente é louco mesmo não é? Mas é assim que funciona, e “conhecereis a verdade e ela vos libertará”. Cada desilusão é também uma libertação da mentira, do engano, das algemas da opressão. Esse entendimento também faz com que a gente entenda um pouco melhor o perdão, e como ele é uma atitude racional, e não emocional. Uma pessoa que mente para si mesma, não vai mentir para você também? Você teve a sorte de ver as mentiras se desfazendo, mas talvez aqueles que te mentiram pra você continue vivendo a mentira em que acreditam.

Jogando pesado
Falamos sobre vida eterna, agora vamos falar sobre “vida em abundância”. Em João 10:10, é usada a palavra “perissos”, que dá a ideia de “além”. Na prática, dá uma ideia de algo superabundante (em quantidade) ou superior (em qualidade). Por implicação, algo excessivo; violentamente superior; substancialmente superior, mais abundantemente, vantajoso, excessivamente, muito alto, além da medida, mais, supérfluo. Quando Jesus diz que vem nos dar “vida em abundância”, está falando que veio nos dar vida nesses parâmetros. Está falando de vida sem precedentes, violentamente superior em qualidade, substancialmente melhor em tudo.

Isso explica porque as vezes Deus parece “pegar pesado” com a gente. Ás vezes parece que Jesus vem com a mão pesada, e a gente esperava um tapinha nas costas, mas recebe um “sacode”, e a gente para e fala”Ei, Senhor??!!! O Senhor não é o cordeiro, o Príncipe da paz? Que agressividade é essa?”-  Mas precisa ser assim porque às vezes precisamos de um “choque de realidade” e Ele nos desperta para uma realidade violentamente superior, e que nós podemos usufruir dela desde já e começar a influenciar desde agora. Jesus precisa nos despertar do nosso sono para que possamos viver a vida de Deus que está em nós e por sonolência achamos que só vira num futuro distante, quando os textos que falam da vinda do Senhor deixam claro que há uma tomada de consciência da igreja, que é o extremo oposto desse sono da morte.

Nos dias em que eu preparava este texto, eu tive um sonho, onde assistia a um filme, e aparecia o inferno. E alguém que estava assistindo o filme comigo dizia: “As pessoas pensam que o inferno é violência, sofrimento, sangue, dor...Mas o inferno não é isso, o inferno é solidão. É o local da excomunhão total com Deus e com os outros seres humanos.”- então ela me mostrava um outro filme onde tinha um inferno como ela descreveu e havia uma pessoa num lugar semelhante a uma caverna vulcânica e ela estava isolada do resto da humanidade ali. E a pessoa me disse: “isso é o inferno: isolamento”. Se a identidade humana é construída a partir do outro, o isolamento é a desconstrução dessa identidade até sua destruição total, até o vazio pleno. Estamos num tempo onde as realidades espirituais estão cada vez mais manifestas. Tanto a luz quanto as trevas tem suas obras cada vez mais claramente manifestas. Com o amadurecimento dos tempos está ficando evidente que o ser humano é apenas vazio. Nossa sociedade valoriza mais o “ter” do que o “ser” por este motivo.  E isso cada vez vai ficar mais notório, porque além de vazios estão todos mortos: a humanidade não redimida está morta. Por isso cada vez mais as pessoas vão querer comprar coisas para preencher o vazio que tanto temem. Não é a toa que o anticristo vai usar esse medo do vazio como ferramenta de dominação: ele vai fazer com que as pessoas não possam comprar ou vender se não tiverem a marca da besta. Comprar ou vender? Não, é preencher o vazio. As pessoas vão tentar preencher seu vazio com coisas e ele simplesmente vai dominar o sistema de compras. Mas nós não estamos mortos: nós somos redimidos e temos a vida de Deus. 

Tempo de construir!
Aproveitem este tempo e estes dias de retiro para reconstruir suas vidas e sua personalidade. As coisas que não te ajudam, você pode simplesmente jogar fora. “Ah, eu sou uma pessoa preguiçosa, queria tanto malhar”- você não é uma pessoa preguiçosa, isso é o reflexo que você vê no espelho, não é real, você pode mudar, pode ser melhor, pode ser oque você quiser. “Ah, eu queria tanto aprender a dançar”- você pode, ´uma questão de escolha. A questão é que seus desejos estão no campo da alma, então as coisas que você pensa que quer não são necessariamente oque você deseja. Por isso muitas pessoas conseguiram tudo oque queriam e ficaram infelizes. Você tem que colocar Jesus a frente disso. Tem que incluir Jesus no seu trabalho, nos seus estudos, na sua roda de amigos. Você consegue ver Jesus fazendo oque você faz? Se sim, isto é um bom espelho. Se não consegue ver Jesus fazendo oque você faz, vivendo como você vive, falando oque você fala, pensando oque você pensa e sentindo oque você sente, então você  não está construindo sua identidade a partir do reflexo de Cristo nem restaurando a imagem de Deus em você. A imagem pra onde você tem que olhar é Jesus, portanto, você tem que vê-lo onde você está, como um espelho. Não faça imagens alternativas, não tente parecer com outras pessoas ne, com você mesmo: não idolatre a você mesmo. A partir da conversão, sua alma entrou em processo de desconstrução simultaneamente ao processo de construção da nova criatura, e oque está em jogo é a vida de Deus em você. 2017 é ano de pôr a mão no arado (veja os conselhos proféticos para 2017), de cavar buracos na alma, preparando o terreno para as novas sementes e para a construção da nova criatura, é tempo de cavar alicerces,  colocar a Palavra de Deus como vergalhões entrelaçados para sustentar essa construção. Lembre-se: Você tem a vida de Deus, construa-se de modo a aproveitar o máximo dessa Zoé. Olhe para Cristo e reconstrua sua vida, sua história e sua personalidade em 2017! 
Graça e Paz!
Em Cristo,
Lya Alves.

Leia a parte 1 da série "Tesouros da Glória"
Leia a parte 2 da série "Tesouros da Glória"
Leia a parte 3 da série "Tesouros da Glória"
Leia a parte 4 da série "Tesouros da Glória"
Leia a parte 5 da série "Tesouros da Glória"

Tesouros da glória. Parte 4 : Riquezas da Graça


“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele; e em amor nos predestinou para ele, para adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da da Glória de sua graça, que Ele nos concedeu gratuitamente no Amado, no qual temos redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza de sua graça (...)”
Efésios 1: 1-7

Bençãos espirituais: oque são? 
As bençãos espirituais não são deste mundo, e dizem respeito a vida eterna: porque são eternas em sua própria natureza. Aquele que busca acha, e oque pede, recebe. Não sejamos insensatos a ponto de achar que não precisamos de bens materiais, principalmente os que tem a ver com o sustento do corpo, o próprio jesus afirmou que o Pai Celestial sabe que precisamos destas coisas. 
Um dos problemas com relação a benção é o mau uso da palavra. Nas reuniões de crentes, quando o culto é bom, diz-se que “foi uma benção”. Isto é errado. Ou quando dizemos que recebemos uma benção, porque todas elas nos foram dadas no ato da conversão. O mais correto seria dizer “finalmente consegui me apropriar da benção”. Depois que você se converte, não recebe mais bençãos porque Deus não reteve nada. Oque acontece é um amadurecimento no entendimento e então você passa a se apropriar do que está escrito nas Escrituras. O povo se perde por falta de entendimento.
Paulo diz que as bençãos espirituais são abundantes, logo creio que não seja possível fazer uma listagem, mas podemos observar, em Efésios 1, pelo menos três categorias:
a) a vontade de Deus: (v.4) Deus nos elegeu Nele, nos predestinou para filhos de adoção(v.5) nos fez agradáveis a si mesmo (v.6);
b) a obra do Filho: (.7) nos elegeu Nele, (v.9) temos conhecimento da sua vontade (seus planos secretos), (v.14) nós temos uma herança);
c)o testemunho do Espírito: fomos selados com o Espírito Santo (v.14)

Se observamos as bençãos que Deus dá a Moisés para quando entrasse na terra prometida, fica evidente o contraste entre nossas bençãos espirituais com as bençãos físicas de Israel, debaixo do velho conserto da lei em DT 28:1-4. Eram bençãos físicas, materiais e podiam ser experimentadas pelo corpo, condicionais a obediência. Deus transformaria as bençãos em maldição caso o comportamento da nação fosse desobediente e rebelde. Não devemos nos apropriar das bençãos de Israel porque elas revelam a antiga aliança. Nós estamos debaixo de uma nova aliança, muito superior.


Onde estão?
As bençãos espirituais posicionais e estáveis: Este texto de Efésios nos traz essa realidade espiritual chocante: somos abençoados com toda a sorte de bençãos espirituais. Ou seja, todo o tipo de benção espiritual que você precisar, você já tem. Então você pode dizer: “Ei! Mas eu não tenho todas as bençãos que preciso!”, e eu lhe mostro a segunda parte da frase: “nas regiões celestiais em Cristo”. Se você acha que não tem todas as bençãos que precisava então precisa ir buscar. Quando o estoque de comida acaba numa casa, oque o dono faz? Vai comprar no supermercado, ou no açougue, ou na padaria, ou na loja de material de limpeza. Por que? Porque ele precisa comprar onde tem. Ele não vai na loja de roupas comprar feijão, ou numa imobiliária comprar pão. É preciso ir buscar no lugar certo. Se suas bençãos estão nos lugares espirituais, onde você vai buscar? Nos lugares espirituais! Claro! Mas o crente insiste em encontrar as bençãos espirituais nos lugares carnais ou nos lugares fora de Cristo. Isto porque o crente ainda não aprendeu a pensar em categorias espirituais e por não ter uma mente espiritual, não sabe oque é uma benção espiritual. Muita gente vai á igreja para ser abençoado. Ir á igreja é um privilégio, e é bom, é “como uma benção”, mas a igreja não é o local onde estão as bençãos porque as bençãos estão nos lugares celestiais. Muito pastor puxando brasa pra sua sardinha fala esse tipo de heresia “não veio ao culto, perdeu a benção”. Vamos lá: primeiro que o culto não é o lugar onde se recebe a benção (é nas regiões celestiais), segundo, ninguém perde benção, estamos na nova aliança, Deus não transforma benção em maldição, oque ocorre é o crente perder seu entendimento sobre a benção. É como ter um cartão de crédito e esquecer a senha, você perde o acesso, mas o dinheiro continua no banco.

A expressão “lugares celestiais”, refere-se ao local onde Cristo está presentemente em sua posição de exaltação, acima de tudo e de todos (Ef.1:3,20, 2:6, 3:10). Para receber bençãos você precisa estar no local onde Cristo é exaltado, sendo um com Ele. Aí é que entra um problema sério.
1- porque muitos crentes não conseguem ser um com Cristo. 
2 -  porque para chegar ao nível da exaltação, você precisa primeiro ir até a cruz, morrer ali, descer ao inferno e então ressuscitar. 

A maioria dos cristãos hoje está apenas olhando para a Cruz. Outra parte grande está pendurado na cruz mas não morre nunca. Poucos morreram, e uma quantidade menor ainda foi ao inferno e outra fatia menor ainda ressuscitou com Cristo. Porque acham que seguir o caminho de Jesus é ir a igreja. Não! Seguir Jesus é seguir a rota completa até a ressurreição. Morrer na cruz, visitar o inferno dos outros, ressuscitar. É um caminho glorioso.

Como acessar as bençãos?
Pela fé. “Lugares celestiais” também são os lugares de autoridade das potestades malignas e dos poderes (anjos caídos) onde Deus nos chama para travar a batalha espiritual. Lugares espirituais são os locais onde se derrotam gigantes. Pela fé, os hebreus derrotaram gigantes, Nós também devemos procurar esses campos de batalha, ocupando o lugar que é nosso por herança. É pela fé que ocupamos nossa posição nesse local é “em Cristo”, ou seja, é pela fé que entramos na posição em que fomos feitos um com Ele. Não é por confissão positiva, ou pensamento positivo, ou por qualquer outra coisa. Nossas bençãos são posicionais (ou seja, dependem do nosso posicionamento) e seguras (estando em Cristo, elas não são abaláveis).


A relação entre benção e santidade
“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo,(...) apara sermos santos e irrepreensíveis perante Ele” ( Efésios 1:1)
Paulo bendiz a Deus por nos conceder toda sorte de bençãos espirituais nas regiões celestes em Cristo, não por nossos méritos ou escolha, mas por sua Vontade. E pela sua vontade nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Essa parte do texto nos mostra que as bençãos nos foram dadas por um propósito: para santificação, para sermos santos e irrepreensíveis diante Dele. Portanto, não é possível ser santificado conforme o propósito de Deus sem estas bençãos espirituais que devem ser buscadas pela fé. Ou seja, as bençãos fazem parte do processo de santificação e foram projetadas para preparar os cristãos para a nova vida. Então, buscar e receber bençãos nesta vida nos torna cristãos maduros e nos prepara para a vida eterna.

Então, precisamos buscar estas bençãos espirituais. A palavra “espiritual” vem do grego “pneumatikos”, e se refere a esfera espiritual, e dá a ideia de invisibilidade e poder. E Paulo usa essa palavra em contraste com aquilo que é “carnal, terrestre e material”. Mas não é pelo fato de que algo é espiritual e invisível, que não afeta o mundo. Pelo contrário, no futuro, os corpos glorificados dos cristãos serão espirituais, em contraste com os carnais. Não serão apenas espíritos ou aparições porque a palavra usada nos textos bíblicos para este corpo é “soma”, que dá a ideia de substância física. Paulo também revela que quando Cristo voltar, transformará esse corpo abatido em corpo glorioso (Fp 3:21). Jesus apareceu fisicamente várias vezes após sua ressurreição, e nossos corpos serão semelhantes ao dele.

Palavra final: 
Estamos nos alinhando para o próximo ano. Bençãos virão. Precisamos nos preparar para isso. Muita gente vai terminar 2017 esperando receber suas bençãos por falta de entendimento da Palavra. Outros vão até o fim da vida assim, isso é oque o espírito de religiosidade faz. Mas agora que sabemos que não vamos “receber” bençãos porque todas elas já nos foram concedidas, parte desse alinhamento é descobrir como acessar. Sabemos que é pela fé, em unidade com Cristo exaltado, posicionado e nos lugares espirituais. Ou seja: vai ter batalha sim. Procure as áreas onde você só vence pela fé, as áreas dos gigantes. Hebreus 11:4-11 cita a galeria dos heróis da fé e uma listagem de lugares espirituais. Esse é um bom começo na sua pesquisa. Pela fé, Abraão foi chamado, obedeceu e foi abençoado;
pela fé Sara recebeu poder para ser mãe porque acreditou que Deus era fiel para cumprir oque prometeu; pela fé, Abraão quando foi posto a prova, ofereceu Isaque em sacrifício, pela fé, Moisés abandonou o Egito e atravessou o Mar Vermelho. Pela fé, ele celebrou a Páscoa para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas. Oque me lembra que este ano o exterminador estará nas ruas e seremos constrangidos a não celebrar a ressurreição. Seremos constrangidos a andar deprimidos e desanimados. Seremos inibidos de aparentar alegria. Mas nós somos dos que andam sobre as águas. Precisamos celebrar a Páscoa para não sermos atraídos para as ruas e então pegos pelo exterminador que ali está.


Tesouros da Glória. Parte 3: Sombras da felicidade

Quando falamos de "tesouros da glória", obviamente, são os tesouros que, como Jesus disse, a ferrugem não pode corroer, a traça não pode comer, o tempo não pode destruir. Tesouros que só podem ser vistos e apreciados espiritualmente, com os olhos do entendimento, porque estão escondidos em Deus.

Tesouros da glória - Parte 2: Castelos de areia


O ser humano está acostumado com a ideia de viver sem Deus. Mas Jesus disse: "Sem mim nada podeis fazer" (João 15;5). Isso inclui "ser feliz". Ele poderia ter dito: "sem mim você não poderá ser feliz".  

Tesouros da Glória. Parte 1: Em busca da felicidade - Culto 24/11/2016


“Confia no Senhor e pratica o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega teu caminho ao Senhor, confia Nele e o mais Ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio dia.”
- Salmo 37:3-6

RUMOS: Conselhos proféticos para 2017




“A Justiça precede o Juízo!” - Com esta frase, começava o Senhor a falar sobre o próximo ano (2017), e de fato, como Ele havia dito em 2015, o ano de 2016 foi o ano da Justiça. Creio que nunca, na história do Brasil República, se viu tantos políticos investigados, sendo presos, sendo caçados. Uma das palavras que recebemos pra 2016 foi: “Quem tem boas obras, receberá seu prêmio de justiça. Quem tem más obras receberá seu prêmio de injustiça.”, e vimos isso nos jornais, e fora deles esse ano. Também foi dito por nosso Pai, que um espírito de fome estaria solto, e arrebatando até cristãos do meio do corpo; infelizmente vimos muitos irmãos se afastando da fé, se desviando do caminho pra atender a fome que gritou em suas almas. Quem teve fome de justiça, viu justiça sendo feita, quem teve fome de pecado, viveu as consequências do pecado.

Diante desse cenário de justiça, temos a palavra de Deus de que isso é só o começo, estamos entrando em um período de juízo, em 2017 sentenças serão determinadas, e quem estiver bem diante da justiça de Deus, terá seu galardão, quem for achado em falta, também.

Assine nossa newsletter e receba nossas postagens em seu e-mail, assim você pode se preparar para se mover profeticamente no próximo ano. Também encorajamos você a compartilhar esta palavra com o máximo de amigos e familiares, assim eles também não serão pegos de surpresa com ataques do inimigo e estarão atentos ao que Deus está falando para 2017!


  1. Seja sagaz.
“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”.
Provérbios 9:10

Os cristãos da igreja primitiva acreditavam que Jesus voltaria em poucos dias, e adaptaram suas vidas de acordo com essa fé. Mas séculos se passaram e Jesus não voltou. As noivas dormiram esperando o noivo, como na parábola das 10 noivas. Um dos problemas da cristandade atual é a fé no lugar errado. A fé deveria estar na palavra de Jesus: “eis que venho sem demora”. Mas esta fé foi substituída por uma frustração disfarçada de esperança. A maioria dos cristãos vive como se Jesus não fosse voltar já, estão despreparados, o que expõe o fato de que não creem no Senhor. Se confiassem nas palavras do Senhor não andariam por aí, pecando, como se Ele fosse voltar num futuro distante. Jesus não disse que voltaria num futuro distante, disse que voltaria “sem demora”. Cremos na promessa do “Maranatta”? Ou cremos que Jesus voltará num futuro distante? Se você é daqueles que creem que Jesus pode voltar antes que você leia este texto, então você está no caminho certo. Mas se você é daqueles que acha que não é preciso um posicionamento urgente e radical diante do seu pecado, você se enquadra na categoria das noivas loucas.

O texto em Mateus 25:2 diz sobre as dez noivas: “cinco delas eram prudentes, e cinco loucas”. Nos termos originais em grego, a palavra usada para “prudente” é a palavra grega “phronimos”, que significa algo como: “sábio, pensativo, sagaz, perspicaz, discreto e cauteloso” Este é o perfil da noiva que levou azeite consigo. Mas a palavra para “loucas” ou “insensatas”, é “moros”, que significa “estúpido (como se estivesse calado), insensível, (moralmente) estúpido, (aparentemente) absurdo, tolo”. É uma palavra que deriva de outra, “Musterion”, que é usada para designar o silêncio em ritos religiosos. Logo, podemos interpretar que a noiva “louca”, na prática, é estúpida e insensível às coisas de Deus, ela se cala diante do pecado.

Em 2017 essas características, sagacidade e estupidez, serão evidenciadas pelo Espírito Santo, ou se terá azeite ou não. O azeite, que é apenas um elemento circunstancial que denuncia a personalidade das noivas na parábola, deve ser usado com o noivo, pra encontrar o noivo. A postura de quem tiver azeite no próximo ano, deve ser a mesma das noivas da parábola, NÃO DIVIDA SEU AZEITE COM AS ESTÚPIDAS. Uma noiva estúpida e cheia de azeite ainda é uma noiva estúpida, logo, nestes tempos, ore muito antes de dividir seu azeite por aí em congressos, cursos, seminários, vigílias, ministrações e etc. Seu azeite é para o noivo; e como na parábola, quem se achar sem azeite, vai se desesperar pra conseguir. Entenda, as noivas não eram estúpidas porque não levaram azeite, elas não levaram azeite por serem estúpidas, então ter azeite não muda nada, é preciso deixar de ser estúpido e omisso em relação ao pecado.

[Visão André]

Vi duas mulheres, que simbolizavam a igreja e a Justiça de Deus. A igreja dançava valsa com um demônio, ela estava flertando com o diabo. Olhei de novo, e vi a igreja ajoelhada diante da Justiça, que cortava sua cabeça com uma espada.

Deus me deu as passagens:

Tinha Zedequias a idade de vinte e um anos, quando começou a reinar; e onze anos reinou em Jerusalém. E fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus; nem se humilhou perante o profeta Jeremias, que falava da parte do Senhor. Além disto, também se rebelou contra o rei Nabucodonosor, que o tinha ajuramentado por Deus. Mas endureceu a sua cerviz, e tanto se obstinou no seu coração, que não se converteu ao Senhor Deus de Israel. Também todos os chefes dos sacerdotes e o povo aumentavam de mais em mais as transgressões, segundo todas as abominações dos gentios; e contaminaram a casa do Senhor, que ele tinha santificado em Jerusalém. E o Senhor Deus de seus pais, falou-lhes constantemente por intermédio dos mensageiros, porque se compadeceu do seu povo e da sua habitação. Eles, porém, zombaram dos mensageiros de Deus, e desprezaram as suas palavras, e mofaram dos seus profetas; até que o furor do Senhor tanto subiu contra o seu povo, que mais nenhum remédio houve.”
2 Crônicas 36:11-16



E sete mulheres naquele dia lançarão mão de um homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos do que é nosso; tão-somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio. Naquele dia o renovo do Senhor será cheio de beleza e de glória; e o fruto da terra excelente e formoso para os que escaparem de Israel. E será que aquele que for deixado em Sião, e ficar em Jerusalém, será chamado santo; todo aquele que estiver inscrito entre os viventes em Jerusalém; Quando o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e limpar o sangue de Jerusalém, do meio dela, com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor. E criará o Senhor sobre todo o lugar do monte de Sião, e sobre as suas assembléias, uma nuvem de dia e uma fumaça, e um resplendor de fogo flamejante de noite; porque sobre toda a glória haverá proteção. E haverá um tabernáculo para sombra contra o calor do dia; e para refúgio e esconderijo contra a tempestade e a chuva.”
Isaías 4:1-6


2017 será um tempo onde a igreja que flerta com o diabo, que negocia com o pecado, que tolera Jezabel, terá a cabeça (Cristo) cortada fora; teremos então, de forma mais evidente, duas igrejas distintas: uma igreja com Jesus, e outra sem Jesus; ou como na parábola das virgens: uma igreja com azeite, e outra sem azeite pra encontrar o noivo. Pecado não se resolve por si só. O tempo, as leis humanas, as obras humanitárias ou até mesmo o serviço cristão mais abnegado não atenuam nem purificam o pecado. Se você negocia com o pecado, PARE! Ou você vai ficar de fora. Se você não negocia com o pecado, nem flerta com o diabo, siga em frente, pois em 2017 quando “...o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e limpar o sangue de Jerusalém, do meio dela, com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor.” você estará “... inscrito entre os viventes em Jerusalém”, e estará seguro, pois “...sobre toda a glória haverá proteção.”


  1. Calcule os seus gastos.
“Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.”
(Mateus 24:38,39)




Dias de Noé

Parece dura essa direção de não compartilhar sua unção com quem não tem, e é mesmo. Estamos chegando em dias como de Noé. Tempos difíceis, tempos de juízo, onde Deus expõe a injustiça, as trevas e o pecado, assim como foi nos tempos do patriarca. Noé tentou alertar as pessoas, mas depois de muito falar, ser humilhado e ridicularizado, Noé simplesmente virou as costas e se trancou na arca. A unção que temos hoje, será para buscar a Deus em tempos de Juízo, e não para ministrar em qualquer lugar. Você se sente ungido, com excesso de unção, e pensa que o melhor a fazer é dividir? Não faça isso, Noé encheu a arca de mantimentos para um tempo duro de privações; ele não sabia quanto tempo o dilúvio duraria, e a unção que temos hoje será mantimento, então ESTOQUE, você vai precisar.

Passaremos por tempos difíceis, e assim como Noé, não sabemos por quanto tempo vai durar o juízo de Deus nesta nação, portanto, calcule seus gastos. Calcule o percurso, calcule, calcule, calcule... Seja prudente, não haja por impulso, não haja com base em emoções, vontades, ou impulsos carnais. Tenha a perspicácia de uma noiva prudente: oque é preciso fazer? Se preparar para o noivo. Como fazer isso? Com azeite e sabedoria. Como fazer isso? Preparando os vasos, temendo a Deus. Quanto azeite é necessário? Calcule, calcule, calcule… Precisamos ter a sabedoria do construtor da torre citado em Lucas 14:28


  1. Não se contamine com a bestialização

Ciclo de Julgamento

2016 foi o ano da justiça de Deus. Mas o Soberano não julga levianamente, Ele tem seus próprios critérios. Um deles é a “medida da injustiça” (Gênesis 15:16). Em Genesis 15 Deus diz a Abraão que ainda não julgaria os amorreus porque a medida da sua iniquidade ainda não estava completa, ou seja, há limites até aonde uma nação pode ir em sua maldade. Depois disso, Deus inicia seu ciclo de julgamento e juízo. É isso oque está acontecendo com o Brasil, que atingiu o limite da sua maldade, entrando em juízo. A primeira parte do julgamento é exposição do pecado, isto ocorreu em 2016, quando um espírito de fome assolou o país. E esse foi o início de um ciclo de julgamentos onde os espíritos se revezam expondo pecados e entregando as sentenças. Em 2017 ainda estamos neste ciclo, mas esse espírito de fome vai embora, e entrarão em cena a guerra e a peste.

Esse espírito de guerra traz consigo a capacidade de fazer os homens matarem-se uns aos outros e a fim de expor idolatrias. As pessoas estarão dispostas a morrer pelo que idolatram. Os meios de comunicação, cada vez mais, vão massificar e propagar a valorização da violência. Serão dias de idolatria à violência, e de tratar a violência como um espetáculo “agradável”. Isso será absorvido pelas mentes mais fracas a ponto de se criarem ídolos da violência, com o impacto de uma religião sem deuses, mas que exige devoção cega e sacrifícios de sangue. As pessoas agirão cegamente e derramarão sangue pelos seus ídolos, que podem ser ídolos do futebol, do cinema, da música, da política, etc. Qualquer ídolo criado pela mídia. Hoje estamos vivendo tempos de barbárie, mas em 2017 o mundo passará por um processo de bestialização. Em apocalipse, João relata que as pessoas adorarão o dragão, que dará à besta o seu poder, e estas pessoas adorarão a besta dizendo “Quem é semelhante à besta?” (Apocalipse 13:4). A besta fará seguidores, que tentarão comparar seus feitos aos feitos de seus ídolos. Será uma besta de muitas cabeças, e a besta de 2017 não será diferente.


  1. A Justiça precede o Juízo

[Visão André]

Olhei e vi três aviões caça, voando em direção a uma cidade semelhante a Jerusalém, os caças sobrevoavam, atirando em tudo e todos. Dentro de uma das casas havia uma família, apavorada, olhando pra um ídolo de pedra. Me veio a palavra:

Escuta-me, mostrar-te-ei; e o que tenho visto te contarei

(O que os sábios anunciaram, ouvindo-o de seus pais, e o não ocultaram; Aos quais somente se dera a terra, e nenhum estranho passou por entre eles): Todos os dias o ímpio é atormentado, e se reserva, para o tirano, um certo número de anos. O sonido dos horrores está nos seus ouvidos; até na paz lhe sobrevém o assolador. Não crê que tornará das trevas, mas que o espera a espada.

Anda vagueando por pão, dizendo: Onde está? Bem sabe que já o dia das trevas lhe está preparado, à mão. Assombram-no a angústia e a tribulação; prevalecem contra ele, como o rei preparado para a peleja; Porque estendeu a sua mão contra Deus, e contra o Todo-Poderoso se embraveceu. Arremete contra ele com a dura cerviz, e contra os pontos grossos dos seus escudos. Porquanto cobriu o seu rosto com a sua gordura, e criou gordura nas ilhargas. E habitou em cidades assoladas, em casas em que ninguém morava, que estavam a ponto de fazer-se montões de ruínas. Não se enriquecerá, nem subsistirá a sua fazenda, nem se estenderão pela terra as suas possessões. Não escapará das trevas; a chama do fogo secará os seus renovos, e ao sopro da sua boca desaparecerá. Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesmo, porque a vaidade será a sua recompensa. Antes do seu dia ela se consumará; e o seu ramo não reverdecerá. Sacudirá as suas uvas verdes, como as da vide, e deixará cair a sua flor como a oliveira, Porque a congregação dos hipócritas se fará estéril, e o fogo consumirá as tendas do suborno. Concebem a malícia, e dão à luz a iniquidade, e o seu ventre prepara enganos.

Jó 15:17-35


Deus atacará a idolatria de forma dura em 2017, isso vai além da “religião”, a cidade ser semelhante a Jerusalém na visão, me diz que será atacada a idolatria no meio do povo de Deus, “... a congregação dos hipócritas se fará estéril, e o fogo consumirá as tendas do suborno”, veremos igrejas idólatras e hipócritas passando pelo Juízo do Senhor.

O espírito da guerra é altamente tóxico e venenoso:

O espírito da guerra, estará presente também em pequenas e frequentes discussões e irritabilidade. Não se contamine com isso. Escolha suas batalhas. Não entre em qualquer briga, não valorize temperamento explosivo, gritarias, contendas. O padrão cristão é a mansidão, a brandura, o amor e a paz. Lembre-se, um espírito de guerra estará aí para disseminar todo tipo de guerra e minar seu tempo e sua unção. Uma pequena quantidade de veneno já é capaz de matar. FUJA de todo tipo de contenda, desde: manifestações de rua, confusões no supermercado ou discussões virtuais nas redes sociais (“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.”- 1 Coríntios 15:33). Não tente vencer discussões vãs. Não tente “ter razão”, não tente fazer justiça própria. FUJA. O inimigo tentará te atrair para este campo de batalha para te contaminar com violência e produzir em você a cegueira necessária a bestialização.

E assim, com o cenário altamente tóxico e venenoso criado por esse espírito de guerra, um espírito de peste entrará em cena, contaminando as pessoas com todo tipo de doenças da alma e doenças psicossomáticas: relacionamentos doentios, rancor, vícios, depressão, traumas, sentimentos de derrota, complexos, alienação, etc.


  1. Não vá para as manifestações de rua
Deus está visitando os pecados da nação e há um clamor por liberdade. Há limites para a maldade, logo há limites para a escravidão. Esta nação não será uma nação de escravos. O juízo divino destruirá as ferramentas de opressão para que o povo de Deus, a nação santa, saia do cativeiro. Deus disse que em 2017 um anjo destruidor estará nas ruas (como aquele que agiu no Egito na época da morte dos primogênitos). Portanto, será um ano sangrento, as ruas estarão manchadas de sangue. Quando o destruidor passou pelas ruas do Egito, houve muita gritaria e clamor nas ruas, então, quando você ouvir os gritos e as lamentações na noite, faça como os hebreus: não vá para as ruas.



  1. Não tente ser mais misericordioso do que Deus
Ó esperança de Israel, e Redentor seu no tempo da angústia, por que serias como um estrangeiro na terra e como o viandante que se retira a passar a noite? Por que serias como homem surpreendido, como poderoso que não pode livrar? Mas tu estás no meio de nós, ó Senhor, e nós somos chamados pelo teu nome; não nos desampares. Assim diz o Senhor, acerca deste povo: Pois que tanto gostaram de andar errantes, e não retiveram os seus pés, por isso o Senhor não se agrada deles, mas agora se lembrará da iniquidade deles, e visitará os seus pecados. Disse-me mais o Senhor: Não rogues por este povo para seu bem.”

Jeremias 14:8-11


[Visão André]

Vi um homem muito raivoso, gritando, sua cabeça era feita de sal.

O Senhor diz: A pressa em se afastar de mim, secou o interior de quem cedeu a fome de pecado. Eu visitarei a maldade de todos”

“Eu visitarei a maldade de todos”, isso inclui aqueles que não cederam a fome, Deus visitará a maldade em cada coração, a questão é o que ele vai achar, dolo ou culpa? Pecar, todos pecam, quem diz que não o faz, mente, é o que diz a Bíblia, porém a mesma Bíblia faz distinção entre a intenção do coração e os “acidentes de percurso”. Quando Deus visitar a maldade em seu coração ele vai achar um coração que teve e ainda tem intenção de pecar todas as vezes; ou vai achar um coração querendo acertar, mesmo que errando ainda? 2017 será um ano de Juízo, Deus é tardio em irar-se, mas quando isso acontece, não queira ser mais misericordioso que Deus, “...Disse-me mais o Senhor: Não rogues por este povo para seu bem.”



  1. Suba para um nível espiritual mais elevado
[Sonho Lya]

Eu tive um sonho onde eu estava numa praia lotada. No horizonte tinha um movimento estranho no mar e comecei a alertar as pessoas. A água vinha muito rápido mas ninguém acreditava porque não era uma onda, era como a maré subindo, só que não esvaziava. Eu fui transladada para o topo de uma montanha muito alta e o mar tinha tomado tudo na praia. Mas eu não via os cadáveres, simplesmente via o pôr do sol e uma paz muito grande, apesar de todos terem morrido. No sonho, minha mãe estava comigo e minha irmã tinha morrido na praia, mas minha mãe não chorava. Haviam outras pessoas comigo, e ninguém chorava. Todos entendiam que quem foi pego pelas águas não quis se salvar, pois todos tiveram tempo pra isso. De onde eu estava, podia ver outras montanhas onde, assim como nós, pessoas se salvaram e ficaram ilhadas com as águas. Elas tentavam recompor suas vidas após toda aquela destruição. Então entendemos que precisávamos buscar alimento, plantar, construir casas e reconstruir a sociedade, porque aquela sociedade ali tinha terminado,

A interpretação do sonho é a seguinte: O Dilúvio são as águas da ira de Deus com o Brasil. Deus está irado com os pecados desta nação. Deus alinhará o Brasil com a Justiça Divina e todos terão chance de se salvar, mas o fato é que muitos simplesmente vão preferir morrer a se alinhar com Deus. Precisamos aprender a ser auto suficientes, pra reconstruir tudo após o Juízo. Não cremos se tratar de uma morte literal, mas em alguma outra esfera. O Juízo de Deus será duro, mas trará a paz, precisamos lembrar que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, mesmo não parecendo. Precisamos ter o entendimento de Ezequias, que diante de uma palavra sobre seu cativeiro, compreendeu ser uma palavra boa, pois se submeter ao juízo traria paz e verdade (Isaías 39: 6-8). A palavra não parecia favorável, mas o rei entendeu que estava de acordo com a vontade de Deus.

O Monte é o local onde está a salvação em tempos de juízo:

“Acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor, será estabelecido como o mais alto dos montes e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor. E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na luz do Senhor.” (Isaías 2:2-5)



  1. Não se intimide: Reaja!
[Visão Lya]

Dois exércitos batendo de frente

O Senhor diz: A justiça estará em conflito com a paz”

Em 2017 as pessoas verão as perdas que tiveram. Algumas não se submeterão ao castigo e disciplina, pois não entenderão que isso trará a paz; essas pessoas terão ódio de Deus, e tentarão salvar o que Deus tirou, pensando que podem lutar contra a pesada mão de Deus, o que apenas trará mais sofrimento, castigo e perdas. Não atenderam ao Amor de Deus, agora não poderão ignorar sua mão. Inflamados de ódio, farão guerra contra Deus, e contra os santos.


[Sonho Lya]

Eu via quatro bonecos pendurados, como que enforcados, eles representavam: um pastor amigo, seu pai, André e eu. Era uma ameaça de morte, mas a gente não tinha medo. Quem fez a ameaça eram “cristãos” também; essa igreja prostituta queria a gente morto. Do local onde a gente estava, dava pra ver eles chegando com foices, ancinhos, enxadas e etc. Para nos matar. Eu falei com o pai do pastor amigo, que eles estavam cumprindo a ameaça, mas que não deveria se preocupar, pois o André sabia fazer descer fogo do céu, e eu sabia fazer chover, e demonstramos; ele não pareceu muito impressionado, mas disse: “Que bom que vocês sabem fazer essas coisas, bem-vindos aos dias da grande tribulação”

A “igreja prostituta” do sonho, é aquela que não vai se submeter ao juízo de Deus em 2017, e fará guerra aos santos, perseguindo, e deliberadamente, tentando matar a fé, será a sua forma de lutar contra a mão de Deus.

Eles profanarão o sacerdócio”, disse o Senhor

Sua cabeça fervilhará de ódio, porém encobrirão esse ódio, se disfarçando de santos, com falsas vestes de santidade e poder, serão sepulcros caiados ambulantes. Assim como em Malaquias 3:14, dirão: “inútil é servir a Deus”. Mas a igreja verdadeira tem palavras de juízo (fogo) e torrentes de palavra verdadeira (chuva) para combater a omissão do pecado, e o ensino de mentiras. Por outro lado, quando o inimigo vier com espada, a igreja verdadeira deve reagir com uma postura profética:
  • Como adorador, fazendo “descer fogo dos céus”, através da adoração, da obediência, vida no altar, intimidade com Deus, e se expondo ao fogo divino a fim de serem transformados a cada manifestação da glória de Deus (2co3:18). Com isso, serão agentes de transformação de Deus.
  • Como Elias, precisam “fazer chover”, ou seja, ter a unção do confronto para denunciar pecados, e anunciar as sentenças de Deus, pois irão se confrontar com uma igreja calada e omissa como Acabe, que não se sente responsável pelos crimes de Jezabel.


  1. Revista-se de humildade e poder sobrenatural
[Sonho Lya]

Uma pessoa precisava comprar vestes novas para ir a um casamento. Ela tentou usar roupas que já tinha, mas não serviam mais ou não eram adequadas. Enfim, nada do que ela já tinha servia. Então ela pensou em comprar, mas nada do que ela pensava em compra servia.

Os brasileiros precisam comprar vestes novas para uma nova aliança com o Senhor. Ao final de tudo, Deus fará uma nova aliança com esta nação. Mas é preciso que estejamos com as vestes corretas. Não presuma que você sabe oque são as vestes corretas. Presumir é um erro. Depois de anos “dizendo a Deus oque fazer”, Deus quer humildade. A humildade de chegar diante Dele e dizer que não temos e nunca tivemos ideia do que pode agradá-lo. Sempre temos respostas prontas para questões acerca do Senhor, mas neste momento, respostas prontas são um erro. Não há resposta pronta. É preciso perguntar a Deus oque Ele quer. Mas Deus quer que cheguemos diante Dele com vestes novas e revestidos de ouro puro. O ouro não é para acumular, é para usar com as vestes novas, embora não saibamos como serão, serão vestes de poder, e o ouro simboliza esse poder sobrenatural. Em 2017 precisamos nos revestir do poder de Deus, nos revestir da nossa natureza divina, porque Deus quer uma igreja humilde e ativa no sobrenatural.


  1. Ponha as mão no arado: a colheita virá.
Agora, ao final de novembro, ainda orávamos por todas estas coisas. Sabemos que a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável, e entendemos que todo este peso é porque a nação está num caminho de autodestruição que precisa ser parado. Entendemos que quando todas estas situações ocorrerem teremos que orar para que a Justiça Divina seja feita, em vez de orar para parar com o sofrimento, indo assim contra a vontade de Deus e contra Sua misericórdia. O que Deus está preparando, ainda que seja terrível a nossos olhos, é por misericórdia. Então oramos mais e Deus nos disse:

Aqueles que tiveram uma boa colheita em 2016 ainda colherão frutos a longo prazo. Mas 2017 não é tempo de descansar, é tempo de pôr a mão no arado.”

Se termina uma colheita, o agricultor dá um tempo de descanso à terra, mas faz isso trabalhando, preparando o solo, nutrindo e irrigando a terra para que no tempo certo, possa semear novamente.



Poupe:

Não é tempo de plantar, é tempo de arar, logo, é preciso também sabedoria para gerenciar os frutos da colheita a longo prazo: não saia gastando por aí. POUPE. Em vez de comer as sementes dos frutos de 2016, guarde as sementes e deixe-as secar pacientemente. O fruto do seu trabalho trará com ele sementes para você ampliar sua próxima colheita. Prepare as sementes e guarde para ter o que plantar na próxima estação de semeadura. A próxima colheita vai demorar par chegar, mas quando chegar, será uma colheita a 100 por um, como a colheita de Isaque (Genesis 26;12). Não menospreze o tempo de arar a terra, não queime esta etapa, a boa colheita depende da paciência para fazer este trabalho, então não se apresse. Enquanto você ara a terra, Deus está cuidando das suas sementes. Isso vale para todos os aspectos de sua vida: espiritual, emocional, financeira, etc. Quem teve uma boa colheita em 2016 precisa gerenciar os frutos: aprenda a estocar seus frutos e preparar suas sementes. Enquanto isso, cuide do solo do seu coração, limpe as ervas daninhas, alimente sua alma com a Palavra de Deus.

Apresente seus Frutos de arrependimento:

Se você deu vazão a fome em 2016, sua colheita este ano foi ruim ou péssima, e seus frutos podres contaminaram até os bons, e você não conseguiu extrair nada de bom este ano. Assim, você precisa trabalhar dobrado, porque até o final de 2016 você pode apresentar frutos do seu arrependimento: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento” (Mateus 3:8). Com estes frutos em mãos, guarde as sementes e então seu saldo de sementes para a próxima colheita não ficará negativo e, arando a terra, você poderá recuperar o tempo perdido.

Sementes da Graça:

Deus vai liberar anjos para levar sementes aos humildes, para que possam colher até mesmo do que não semearam. Mesmo quem semeou pecado, se tiver frutos de arrependimento, terá as sementes de Graça enviadas pelo Senhor.




  1. Ética é a moral divina para brilhar nas trevas
Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensinamento de tua mãe, Porque serão como diadema gracioso em tua cabeça, e colares ao teu pescoço.”
(Provérbios 1:8,9)

Coroa de Graça:

A próxima colheita virá com uma coroa de Graça. Em hebraico, a palavra “diadema” também tem o sentido de “unir, atar, ser agregado”. De modo que “diadema de graça na cabeça” pode ser um trocadilho para “ser unido pela graça aos cabeças” (líderes). Ou seja, o filho que ouvir as instruções (em hebraico: ética, e moral, repreensão) dos pais terão Graça aos olhos de seus líderes. Sabemos que quem teme ao Senhor é sábio. E quem é muito sábio, aprende muito. Quem aprende muito, ensina. Ou como diria Jesus, a luz precisa ser colocada no alto. Quem brilha, traz luz e é colocado no alto (com uma coroa de Graça). Os que forem tementes e fiéis a Deus nestes tempos de densas trevas, brilharão e Deus lhes dará uma coroa de Graça para que ocupem posições de liderança e governo, para que governem com temor e sabedoria, a fim de serem ferramentas de Deus para reconstruir e reedificar a nação e as vidas ali quebrantadas sob os princípios de Deus.

Diante de tais revelações, o Senhor nos disse:

“Felizes os que estremecem com as palavras do Senhor, porque nesses dias, ai daqueles que taparem seus ouvidos à minha voz. Ai daqueles que recuarem quando eu disser: 'avança!'. Ai daqueles que forem pegos flertando com o pecado e que estiverem consumidos pelos seus desejos.

Olha como o Sol se põe, porque farei o sol se pôr sobre essa nação. De Norte a Sul, de leste a Oeste será uma noite longa, e por 10 meses o Destruidor varrerá as ruas e depois disso, ainda por 10 dias haverá a mais intensa tribulação.

E depois disso, virá o tempo da paz. Mas não antes. Então, o orvalho anunciará a manhã e o Sol brilhará novamente: Eis os tempos de paz.

Eu sou o Deus que congrego e eu sou o Deus que disperso. Eu crio a luz, eu faço as trevas. Nada é impossível para mim. A mão do homem se estende de forma abominável em sua luxúria e impiedade. Por sua incredulidade, ó Brasil, por sua afronta e devassidão, farei com que conte os teus cadáveres, mas da mesma forma como não encontro fim para tua maldade, tu também não encontrarás o número exato dos teus cadáveres.

O homem está sendo julgado pela medida de sua mão: tudo aquilo que ele tocou foi levado a juízo. Felizes aqueles que tremem com as minhas palavras, pois estes acharão livramento e conforto. Felizes aqueles que abrandaram seu coração por amor ao meu Nome.

Quando o furor da minha ira passar, encherei os seus corações com a minha paz. E vocês ensinarão aos seus filhos sobre o temor do Senhor, e estarão aptos a reconstruir esta nação segundo a minha vontade, porque neste tempo, aprenderam a ouvir minha voz e a andar nos meus caminhos.

Esta tribulação duraria 10 anos, mas, graças aos santos, durará apenas 10 meses, portanto, esconde-te na montanha mais alta, na rocha mais firme e então a tudo assistirás à distância.

A trombeta soará ao terceiro mês. Guarda-te, eleva-te, prepara-te para o que virá e não chore pelos mortos para que também a minha ira não venha sobre ti.

Nos momentos difíceis, lembra-te que tu verás a paz, a fartura e a alegria. E lembra-te que Eu sou teu criador e Eu te sustento.

Assim como um animal treinado come nas mão do seu adestrador, este país comerá nas minhas mãos.”

Diz o Senhor.


Resumo:
  1. Seja sagaz.
  2. Calcule os seus gastos.
  3. Não se contamine com a bestialização
  4. A Justiça precede o Juízo
  5. Não vá para manifestações de rua
  6. Não tente ser mais misericordioso do que Deus
  7. Suba para um nível espiritual mais elevado
  8. Não se intimide: Reaja!
  9. Revista-se de humildade e poder sobrenatural
  10. Ponha as mãos no arado: a colheita virá.
  11. Ética é moral divina para brilhar nas trevas


Em temor, e tremor
Ministério Profético Ninho das Águias.